Capacitação de Funcionários

Por Fernando Rebouças
No mercado atual, a globalização, a acirrada concorrência e as parcerias (joint venture) têm exigido das empresas constante processo de renovação do capital intelectual de seu pessoal, um esforço de capacitar e atualizar o conhecimento profissional de seus funcionários.

A qualificação dos colaboradores e funcionários de uma empresa envolve não somente os profissionais que ocupam os cargos da diretoria, gerência e supervisão, mas também o pessoal da área de atendimento, e até de limpeza. A capacitação de funcionários, também referida como “treinamento”, na maioria dos casos, é um serviço terceirizado prestado por uma consultora especializada em treinar pessoas.

O êxito ou as perdas num negócio são causados pelo espaço físico, capacidade tecnológica, capital empregado e a capacidade do pessoal de uma empresa. Quanto mais avançada é a tecnologia inserida na empresa, maior será a necessidade em capacitar os profissionais que trabalharão com a essa tecnologia.

Para o homem se desenvolver profissionalmente e economicamente, é necessário que ele eleve suas habilidades, sua capacidade intelectual e técnicas de trabalho. Todo processo de treinamento visa esses objetivos.

Atingir esses fatores, é necessário que a empresa já tenha um bom nível de satisfação prestado aos seus clientes por meio de seus produtos e serviços e possui potencial de maior penetração no mercado, é necessário considerar as condições atuais e possibilidades futuras de uma empresa para que se justifique qual tipo de capacitação será necessária aos colaboradores e funcionários da empresa.

Capacitar é também treinar e visa encaminhar o profissional a um processo de educação, reciclagem e mudança de comportamento. Por meio da capacitação profissional, o trabalhador adquire melhores condições de ação, de conhecimento sobre as necessidades da empresa, do setor e, muitas vezes, estar preparado para capacitar outras pessoas.

Atualmente, para se aprimorar  e conquistar estabilidade no emprego, a maioria dos profissionais dão importância ao processo de treinamento de uma empresa, principalmente quando esta se compromete na formação de agentes de mudanças e na geração de novos valores corporativos.

Além de organização ou contratar um programa de capacitação, a empresa deve valorizar tal processo não como um custo, mas como um investimento que possibilitará prever e antecipar necessidades e problemas futuros.

A capacitação protege a empresa da perda de qualidade, da baixa produtividade e da falta de habilidade perante as novas tecnologias.  O profissional se sente mais motivado e com maior auto-estima.

Benefícios diretos da capacitação de funcionários:

  • Aumento de produtividade;
  • Redução de custos;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Diminuição na rotatividade de pessoal;
  • Maior entrosamento;
  • Empresa mais competitiva.

Fontes:
http://www2.uol.com.br/canalexecutivo/notas/290120049.htm
http://home.cdlanapolis.com.br/news/capa/293/empresas-investem-em-capacitacao-dos-funcionarios-visando-maior-produtividade/
http://carreiras.empregos.com.br/carreira/administracao/planejamento/futuro_area_treinamento.shtm