Sistema de Apoio à Decisão

Por Fernando Rebouças
Dentro dos Sistemas de Informação, que gerenciam conjunto de conhecimento, há a classe de Sistemas de Apoio à Decisão, utilizado como modelo genérico que auxilia nas tomadas de decisão e que analisa um vasto número de variáveis, permitindo o posicionamento de uma informação para determinado objetivo e problema.

Auxilia na tomada de decisão que oscila entre alternativas apresentadas via estimativas  e grandeza de importância de cada uma, sobretudo via estimativas de peso de cada opção. Além das estimativas, analisa a evolução e compara as opções.

Desde os anos 80, essa área tem recebido vários tipos de conceito e utilizada de diferentes formas. O sistema de apoio à decisão (SAD)  é um sistema computacional que dá base ao processo de escolha de soluções. Segundo Turban, é um sistema  interativo, flexível e adaptável, desenvolvido para dar suporte à solução de um problema gerencial não estruturado, visando aperfeiçoar a tomada de decisão.

É um sistema que utiliza dados, via interface de fácil acesso e oferece fácil percepção ao usuário. O SAD junta os recursos intelectuais de cada pessoa à capacidade da máquina utilizada no sentido de aprimorar a qualidade da tomada de decisão. Apóia os gerentes  responsáveis pelas decisões cruciais das empresas por meio de problemas estruturados e interativos.

Nesse caso, os gerentes têm acesso a dados e modelos solucionados a partir de problemas não estruturados. O SAD possui várias possibilidades e segundo estudiosos no assunto é mais fácil conceituar o “apoio à decisão” do que conceituar o seu sistema computacional.

Em determinados setores, o SAD já se encontra em nível desgastado, por já ter sido usado constantemente em diversas situações. Em várias regiões do mundo, o SAD possui um conceito e assume uma função específica.

O SAD está diretamente envolvido com o estudo teórico de tomada de decisão nas organizações publicado pelo Instituto de Tecnologia de Carnegie no início dos anos 60, e com os trabalhos técnicos realizados pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts na década de 60, a respeito do uso de sistemas computacionais interativos.

O sistema de apoio à decisão passou a ser considerado uma área de pesquisa nos anos 70. Passou a ser estudado com maior profundidade no início dos anos 80, e em meados da mesma década foi inserido no estudo dos sistemas de informação executiva (EIS), sistemas de apoio à decisão de grupos (GDSS) e sistemas de apoio à decisão organizacionais (ODSS).

Numa consideração geral, o conceito desse sistema tem recebido diversas interpretações nos últimos 40 anos, perante a intensa evolução tecnológica da computação e do suporte operacional às tomadas de decisão.

Podemos concluir avaliando o SAD como sistemas interativos, utilizado via computadores com o objetivo de ajudar nas decisões gerenciais de organizações a partir de modelos de identificação de problemas pré-estabelecidos.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_de_suporte_à_decisão
http://mestradosiad.blogspot.com/2007/10/histria-dos-sistemas-de-apoio-deciso.html