Sistemas de Custos da Empresa Pecuária

O sistema de custo é um conjunto de procedimentos administrativos que registra de forma sistemática e contínua todos os valores remunerados empregados nos serviços rurais. Seu principal objetivo é auxiliar na administração e organização, no controle de toda a unidade de produção, identificando, por exemplo, atividades que não remuneram lucro ao produtor.

O sistema de custos é composto por variáveis, a saber:

-Receita: corresponde em geral a venda de mercadorias ou prestação de serviços. A receita pode ser dividida em receita à vista (entrada de dinheiro no caixa da empresa) ou a prazo (direitos a receber, duplicatas...).

-Gasto: é todo sacrifício para a aquisição de um bem ou serviço.

-Desembolso: todo dinheiro que sai do caixa da empresa para um pagamento.

-Perda: gasto involuntário e anormal, que não era contabilizado como um custo (por exemplo, a quebra de uma bomba d água).

-Ganho: é diferente de lucro, pois é aleatório, por exemplo, o valor da arroba subiu mais do que o produtor projetava, gerando um ganho.

-Custo: item do gasto que no instante que entra para a produção torna-se um item do custo de produção.

-Despesa: cada consumo de bens ou serviço para obtenção de receita, por exemplo, despesas com vendedores (natureza não fabril).

Classificação dos custos
Os custos podem ser classificados quanto a natureza e quanto a variação quantitativa, podendo ser:

-Materiais ou insumos: materiais brutos ou pré-trabalhados, sendo necessários ao processo de obtenção do produto desejado. Exemplos: sal mineral, sal protéico, rações, vermífugos...

-Mão-de-obra: pode ser direta (por exemplo, o capataz ou indireta (por exemplo, o zootecnista).

-Manutenção de máquinas e equipamentos.

-Combustíveis e lubrificantes.

-Depreciação de máquinas e equipamentos.

Arquivado em: Administração, Zootecnia