Dálmata

Por Débora Carvalho Meldau
Esta raça de cão é muito apreciada devido a sua pelagem, vivacidade e suas harmoniosas linhas. Sua origem não foi muito bem esclarecida, sendo baseada apenas em suposições. No Egito, foram descobertas pinturas nos túmulos do Faraós que se assemelham à dálmatas, levando ao pensamento de que essa raça surgiu milhares de anos atrás. Algumas cônicas religiosas sugerem que estes animais são originários do Mediterrâneo, próximo da costa de Dalmatian. Inicialmente foi usado para guardar estábulos e também para escolta de carruagens, sendo conhecidos pelo nome de “coach dogs” (cães de carruagem).

Os animais desta raça são fortes, musculoso e muito ativo. É muito dedicado ao dono, autoconfiante, dócil, amoroso, sendo considerada uma raça leal. É muito popular no mundo todo, e parte desta fama é atribuída ao desenho de Walt Disney, “101 Dálmatas”, do ano 1961.

Esta raça possui uma aparência elegante, possuindo as seguintes características raciais:

Pelagem

Manchada, geralmente preto ou marrom, com pêlos curtos, duros, lisos e brilhantes. Os criadores procuram manter sua conformação, pois não basta o animal possuir pintas, elas necessitam ser perfeitas para destacar a elegância do cão. Segundo a Federação Cinológica Internacional (FCI), as pintas devem possuir formato arredondado, bem definidas, de coloração preto ou marrom escuro, sobre branco puro, sendo que devem ser menores nas extremidades (cabeça, membros e cauda). Os chamados cachos de uva (aglomerados de pintas) são indesejáveis.

Cabeça

Comprimento moderado, com um focinho longo e poderoso; a cana nasal é reta e paralela à linha superior do crânio, lábios secos aderentes aos maxilares; quando se trata da variedade preta a trufa é preta, e na variedade fígado, a trufa é sempre marrom; possuem dentes fortes, com mordedura perfeita e preferência por uma dentição completa com 42 dentes; os olhos são inseridos moderadamente afastados, de formato arredondado e na variedade manchada de preto, a cor é marrom escura, enquanto que na variedade manchada de fígado a cor varia de marrom claro à âmbar. Dálmatas com olhos azuis são desclassificados segundo a FCI, devido à uma relação entre esta características e um problema de surdez apresentado por alguns animais desta raça.; as orelhas possuem inserção alta e de tamanho médio, sendo largas na base e com as pontas arredondadas.

Pescoço

Levemente arqueado, de excelente comprimento, elegante e sem barbela.

Tronco

Possuem um dorso poderoso, possante e reto, com peito moderadamente largo e profundo; cernelha bem definida; lombo bem modelado, musculoso e levemente arqueado; flancos estreitos e musculosos.

Cauda

Manchada, de preferência, aproximadamente na altura do jarrete, grossa na raiz, afunilando na ponta, de inserção média; quando em repouso encontra-se pendente com ligeira curva no final da cauda, quando em ação, encontra-se um pouco acima da linha superior.

Patas

São arredondadas, compactas, bem arqueadas, com os coxins plantares bem almofadados; unhas bancas ou pretas na variedade preta e, unhas brancas ou marrons na variedade fígado.

Existem algumas características que são consideradas faltas desqualificantes, como:

  • Prognatismo;
  • Problemas oculares (estrabismo, olhos de cores diferentes, ectrópio ou entrópio);
  • Olhos de coloração azul;
  • Manchas limitadas ao redor dos olhos ou em qualquer outra região;
  • Pelagem tricolor;
  • Manchas limão;
  • Cães de personalidade muito tímida ou agressiva.

Fontes:
http://www.saudeanimal.com.br/dalmata.htm
http://www.dogtimes.com.br/dalmata.htm
http://www.guiaderacas.com.br/dalmata.shtml
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dálmata_(cão)