Barco de Oseberg

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

O Barco de Oseberg é uma embarcação dos Vikings encontrada no início do século XX. Entre 1904 e 1905, o arqueólogo sueco Gabriel Gustafson e o arqueólogo norueguês Haakon Shetelig dedicaram-se a uma escavação na quinta de Oseberg, na Noruega. Na ocasião, os arqueólogos encontraram um barco de origem Viking em uma sepultura.

O Barco de Oseberg, como ficou conhecido, é uma embarcação de 22 metros de comprimento e aproximadamente 5 metros de largura. Foi totalmente construído em madeira de carvalho e possui um mastro de cerca de 10 metros de altura. Especialistas calculam que tal barco pudesse atingir uma velocidade de 10 nós.

As características do Barco de Oseberg demonstram que trinta pessoas poderiam remá-lo simultaneamente, já que consta de 15 pares de buracos destinados aos remos. Consta ainda de uma grande âncora de ferro e de decorações feitas em baixo relevo na proa e na popa. Estudos apontam que o barco foi construído no ano 820 e usado por muito tempo antes de ser levado para sepultura.

Juntamente com o Barco de Oseberg foram encontrados dois esqueletos de mulheres na sepultura, sendo que uma tinha cerca de 70 anos quando faleceu e a outra entre 25 e 30 anos. Não foi possível ainda definir qual era a importância de cada uma, mas pelo ritual do enterro e pelos bens encontrados com ambas há forte indício que essas mulheres eram bastante relevantes na comunidade em que viviam.

A sepultura que foi escavada e de onde se retirou o Barco de Oseberg já havia sido violada na antiguidade, sendo que a maioria dos metais preciosos foi levada. Mas foram encontrados muitos artefatos da vida cotidiana dos Vikings, como trenós dotados de elaboradas decorações, uma carroça de madeira e baús de madeira. Entre os achados, estavam também ferramentas agrícolas, roupas e tapeçarias finas.

O Barco de Oseberg e todo o seu conteúdo estão expostos atualmente no Museu de Barcos Vikings de Oslo.

Foto: http://barevelstand.wordpress.com/2008/04/05/le-point-sur-les-bateaux-vikings/

Arquivado em: Antiguidade