Aleijadinho

Nascido Antônio Francisco Lisboa, Aleijadinho nasceu em Vila Rica, atualmente Ouro Preto em Minas Gerais. Não se sabe muitas coisas sobre sua vida, porém, de acordo com a maioria das biografias ele nasceu em 1738, era filho de uma escrava com um mestre-de-obras e escultor chamado Manuel Francisco Lisboa. Foi por meio da profissão do pai que Aleijadinho, ainda na infância, iniciou sua vida artística, aprendendo a entalhar e esculpir. Seu tio Antônio Francisco Pombal, entalhador na cidade de Vila Rica, também contribuiu para seu aprendizado.

No século XVIII as construções religiosas ganhavam destaque na região de Minas Gerais e graças ao ouro às construções ficaram cada vez mais majestosas. Nesse período Aleijadinho começou a se salientar como escultor e projetista.

Em função dos artistas daquela época não assinarem seus trabalhos, hoje a identificação das obras de Aleijadinho é bastante dificultosa. Alguns documentos como contratos e recibos dos trabalhos constatam a autoria de algumas de suas obras. O estilo de Aleijadinho foi continuado e imitado por inúmeros artistas da época. Sua obra mistura diversos estilos barrocos além de concentrar um estilo bastante singular. É possível salientar algumas características do estilo de Aleijadinho como: expressividade acentuada; queixo dividido; nariz proeminente, olhos amendoados e pupilas planas; boca entreaberta; braços curtos; entre outros.

Como material em suas obras de arte utilizou principalmente a pedra-sabão e a madeira.

Uma de suas obras mais significativas é “Os Doze Profetas”, entalhadas em pedra-sabão, concentram-se no terraço do Santuário de Bom Jesus de Matozinhos, em Congonhas. Outra obra-prima de sua autoria é a “Ordem Terceira de São Francisco de Assis da Penitência” que foi concluída em 1794, levando mais de vinte anos pra ficar pronta.

Em torno dos 40 anos o artista começa a desenvolver uma doença degenerativa, embora não se saiba com certeza qual a doença que o debilitou muitos historiadores sugerem que tenha sido hanseníase. Com o passar do tempo foi perdendo os movimentos dos pés e das mãos. Mesmo sofrendo com as limitações do corpo, continua trabalhando com a ajuda de um discípulo. Aleijadinho pedia que amarrasse as ferramentas em seus punhos para conseguir trabalhar, demonstrando grande paixão pelo trabalho.

Mesmo sofrendo preconceitos em função da sua condição de mestiço, sua arte e genialidade o consagraram como grande artista barroco brasileiro. Morreu pobre e doente na cidade de Ouro Preto no dia 18 de novembro de 1814.

Referências:
Aleijadinho. Disponível em: < http://www.e-biografias.net/aleijadinho/ > acessado em 23 de Março de 2016.

Conheça um pouco da história do mestre Aleijadinho. Disponível em: < http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2014/11/conheca-um-pouco-da-historia-de-mestre-aleijadinho.html > acessado em 23 de Março de 2016.

Arquivado em: Artes, Biografias