Customização

Por Ana Lucia Santana
Customizar é uma das modas destes tempos pós-modernos. Na busca incessante da identidade, cada um quer vestir algo que reflita um pouco de sua personalidade. Daí a onda de apropriar o figurino ao estilo pessoal ou à demanda do consumidor. Assim, é possível mudar, converter uma roupa ou um complemento em uma extensão do jeito de ser da pessoa.

Assim, bordando uma peça já usada, criando desenhos ou pintando sua superfície, cortando mangas ou decotes, o indivíduo está imprimindo a personalidade ao seu traje. Por todas as partes do Planeta as pessoas estão criando e recriando sobre roupas antigas, gerando sua própria moda.

Esta expressão provém do idioma inglês – ‘custom’, que tem o significado de ‘personalizado, elaborado sob medida’. Ela também pode se referir à atitude de converter uma veste em outra peça do vestuário, ou um sapato em outro totalmente diferente. Assim, o cliente pode diversificar gastando muito pouco, bem menos do que se fosse adquirir outra roupa.

Muitas vezes é necessário apenas unir alguns elementos, como tintas, tesoura, agulhas, canetas próprias para tecido, algumas pedras coloridas para incrementar um bordado, botões, fuxicos, cordões, entre outros itens simples. E pronto, basta somar a tudo isso boas porções de engenhosidade.

Outra vantagem da customização é a possibilidade de poder elaborar modelos totalmente originais, que ninguém mais estará vestindo. Ou seja, qualquer um pode se transformar em um estilista pessoal. Desta forma também será fácil encontrar uma nova utilidade para a roupa que seria descartada.

Qualquer peça do vestuário pode ser customizada, desde uma simples camiseta até um pomposo vestido de festa. É possível realizar o mesmo empreendimento com bolsas, sapatos, acessórios e até mesmo com um tênis. Mas é bom começar com transformações mais singelas, até se adaptar a esta atividade.

É importante igualmente recorrer à ajuda de quem já tem experiência, principalmente costureiras e estilistas, à procura de orientações práticas. Para quem não tem mesmo habilidade para a customização, basta pedir a um destes profissionais que realize o trabalho, seguindo as diretrizes apontadas pelo cliente.

Hoje em dia fala-se muito também na Customização em Massa ou CM, que pode ser compreendida como a elaboração massiva de produtos e serviços que correspondem aos desejos exclusivos de cada consumidor, entendido aqui no seu aspecto individual. Assim, o cliente tem a posse da mercadoria produzida especificamente para ele, pelo mesmo valor de um bem não customizado. Concluindo, os preços são mínimos e a data de entrega é, de certa forma, reduzida.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Customização
http://blog.alemdapropaganda.com.br/2007/07/25/peugeot-206-customizado/
http://artesnarua.blogspot.com/2008/09/glossrio-de-artesanato.html
http://lullypop.com/o-que-e-customizacao/
http://customize.marielydelrey.com/customizacao/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Customização_em_massa