Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa

Entidade pública de ensino voltada às áreas de Patrimônio e Desenho, Ciências da Arte, Arte e Multimídia, Design da Comunicação, Design de Equipamento, Escultura e Pintura, a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa está localizada no Convento de São Francisco, onde se encontram as estruturas da Academia Nacional de Belas Artes, em Chiado, um dos bairros mais tradicionais da cidade de Lisboa.

A criação da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa ocorreu no ano de 1925, mas sua integração à Universidade de Lisboa ocorreu somente em 1992. Durante a década de 50 houve uma mudança no nome da instituição e a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa passa a ser chamada oficialmente de Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa (ESBAL). Em 1979, o Departamento de Arquitetura da escola passou a ter autonomia e se transformou na Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa.

História da Academia de Belas-Artes

A partir dos trabalhos de Leon Battista Alberti, teórico da arte e arquiteto de origem italiana, as artes começam a ser entendidas como algo mais profundo do que uma simples atividade manual. O aprofundamento deste conceito ocorre com Leonardo da Vinci, que faz a ligação entre o desenho e o intelecto humano, tornando as artes uma cosa mentale. Com isso, em meados do século XVI, a configuração do ensino de artes é alterada e começam a surgir as Academias de ensino, que tinham o intuito de formar artistas com base não somente nas técnicas, mas também na teoria.

Filipe II foi uma figura importante para o começo deste processo de mudança em Portugal. No ano de 1594, ele criou a Aula de Risco do Paço da Ribeira. Então, o ensino artístico na nação portuguesa passa por diversas fases até ser criada a Academia de Belas-Artes em 1836. Com o progresso da instituição, instalada no Convento de São Francisco, ela passou a ser chamada de Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Em 1862 ocorre outra alteração no nome da instituição, que se torna a Academia Real de Belas-Artes.

Após uma reforma pedagógica ocorrida em 1881, a Academia separa-se do departamento escolar. No começo do século XX ocorre a publicação do Regulamento da Academia Nacional de Belas-Artes e, a partir de 1911, há a publicação de um decreto de reorganização das Escolas de Belas-Artes e reformulação do ensino.

Fontes:
http://www.fba.ul.pt/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Faculdade_de_Belas-Artes_da_Universidade_de_Lisboa
http://memoria.ul.pt/index.php?title=Escola_Superior_de_Belas_Artes_de_Lisboa&oldid=2873
http://digitarq.dgarq.gov.pt/details?id=4601727

Arquivado em: Artes