Planetário

É atribuído a Arquimedes o mérito de ter possuído um primitivo planetário com o qual podia predizer o movimento do Sol, da Lua e dos planetas. O planetário moderno nasceu em 1920, época em que foi inventado pelo Dr. Walther Bauersfeld e construído por Carl Zeiss para o museu de ciências de Munich. Em 1930, os planetários começaram a aparecer nas principais cidades do mundo.

Um planetário é um aparelho de projeção desenhado para recriar a aparência de planetas e estrelas (céu artificial). Este aparelho permite que vejamos na abóbada a projeção do firmamento. Geralmente os planetários tendem a ser considerados como instrumentos que reproduzem a posição e o movimento de objetos celestes. Contudo, o planetário é uma infra-estrutura que abre diversas possibilidades, que dependem de seu uso particular.

Mesmo que a palavra planetário se refira ao aparelho de projeção, hoje, diz respeito ao recinto no qual, com sistemas óticos sofisticados de projeção, som ambiente e sistemas mecânicos de movimento, é possível representar a imagem do céu noturno de qualquer latitude terrestre e em qualquer tempo, podendo mostrar o céu de milhares de anos atrás, do presente e do futuro, sendo possível também a aceleração dos movimentos para rapidamente oferecer a vista de um fenômeno celeste específico.

O projetor do planetário está localizado no centro da abóbada ou de um teto cilíndrico inclinado. O sistema clássico foi o da abóbada, que dá a sensação de olhar a abóbada celeste. Posteriormente começaram a construir planetários com teto cilíndrico, os quais também permitem simular que alguém está flutuando no espaço. Tipicamente ao redor do recinto de projeção, há galerias de exposição sobre ciências e astronomia em particular.

A partir de 1990, a tecnologia permitiu que se desenvolvessem planetários portáteis, com a mesma qualidade dos grandes. Mas com a possibilidade de serem instalados em estabelecimentos educativos oferecendo vantagens, não só no aspecto econômico, já que são eliminados os custos com uma viagem a um planetário fixo, como também a redução dos riscos ao não ter que sair das escolas, fato que gera tranqüilidade para pais e professores.

Um planetário é uma ponte entre aqueles que fazem as mais importantes descobertas dos nossos dias e da pessoa média que pensa que isto está longe de sua compreensão, um vínculo entre a excitação e o mistério da astronomia moderna e o céu cotidiano sobre nossas cabeças.

Arquivado em: Astronomia