Arara-vermelha

Por Marina Martinez
A arara-vermelha (Ara chloropterus) é uma ave de grande porte, com cores exuberantes e cauda longa. Esta bela espécie pertence à família dos psitacídeos, possui como característica fazer muito barulho, com seus gritos estridentes que podem ser ouvidos a grande distância. De fácil convívio, a arara-vermelha, tem facilidade para imitar a voz dos seres humanos.

Além de sua cor vermelha característica, a arara-vermelha possui outras cores, o que torna esta ave bem colorida. Suas asas são azuis com uma faixa verde e a plumagem vermelha se destaca na região da cabeça, pescoço e cauda. Seu bico é encurvado, com a mandíbula superior recurvada sobre a inferior. Esta forma de bico é uma adaptação à alimentação que é à base de sementes e frutos em geral.  Os machos possuem o bico mais comprido e estreito.

São aves dóceis que medem de 73 a 95 cm de comprimento, e pesa até 1,5 kg. As fêmeas geralmente são menores. Apesar de serem aves com excelentes vôos, preferem fazer "acrobacias" e trepar em galhos. Se locomove muito bem entre os ramos das árvores, devido ao formato das patas e do bico em forma de gancho.

A distribuição geográfica da Arara-vermelha ocorre no Panamá, Colômbia, Venezuela, Guianas, Equador, Peru, Bolívia, Paraguai. No Brasil, é encontrada na Amazônia e em rios costeiros margeados por florestas no leste do País. Os ninhos das araras são construídos em ocos cavados no alto das árvores e também possuem como hábito abrigar seus ovos em buracos em paredões rochosos. A fêmea põe de dois a três ovos e a incubação dura em torno de 28 dias.

Uma característica interessante das Araras-vermelhas é que elas são monogâmicas, ou seja, quando forma um casal, esta união é por toda a vida. Além disto, são aves que chegam a viver 60 anos. Vivem em bandos que podem, ocasionalmente, misturar-se ao bando de outras araras e o período reprodutivo ocorre entre os meses de inverno e primavera.

Infelizmente, com o índice de devastação das florestas crescendo de forma absurda, e a retirada destas aves de seu habitat natural para tráfico e comércio ilegal, representa uma ameaça a sobrevivência desta espécie.

Referências Bibliográficas:
http://projetoararaazul.org.br/Arara/Home/AAraraAzul/Ararasdog%C3%AAneroAra/Araravermelha/tabid/301/Default.aspx
http://eptv.globo.com/terradagente/0,0,2,167;4,arara-vermelha-grande.aspx