As doze tribos de Israel

Por Alaine Silva
A origem das doze tribos de Israel está descrita na bíblia, no primeiro livro chamado Gênesis, cuja autoria é atribuída a Moisés. As doze tribos recebem este nome por serem decorrentes do nascimento dos doze filhos de Jacó (neto de Abraão e filho de Isaque), que teve um encontro com Deus, vindo a ter seu nome trocado para Israel. Seus doze filhos se chamaram: Rubén, Simeão, Levi, Judá, Dã, Naftali, Gade, Asser, Issacar, Zebulom, José e Benjamim. Apesar destes nomes não corresponderem com exatidão aos das tribos, a origem de cada uma delas se deu ao fato deles terem liderado tribos, nas suas regiões específicas.

Sobre a diferença na nomenclatura, ocorreu que as doze tribos receberam o nome de dez dos filhos de Israel e de dois dos filhos de José, que foram abençoados por Israel como se fossem seus próprios filhos, são eles Efraim e Manassés. Foi após a saída do povo de Israel do Egito, que o Senhor designou a separação da tribo de Levi para servi-lo no sacerdócio, e justamente por terem esta missão não teriam um local específico na terra prometida chamada Canaã. Então, em seu lugar e no lugar de José, assumiram a condição de tribos, Efraim e Manasses.

O livro de Êxodo traz a informação de que Moisés, que liderou a saída do Egito na companhia de seu irmão Arão, era membro da tribo de Levi. Neste livro também as tribos são contadas, e os líderes nomeados, já evidenciando uma característica “política” de gestão, piis algumas das tribos eram numerosas e precisavam se reestruturar.

O livro de Josué relata a conquista da terra prometida, almejada durante os quarenta anos que o povo esteve no deserto, e também conta que foi com base nas doze tribos que se organizaram a fim de dividir a terra. O livro de Reis apresenta esta origem e descreve como as tribos se uniram de forma hierárquica (daí o nome de “reis”) onde lideraram os reis Saul, Davi, e Salomão.

E foi após a morte de Salomão que as doze tribos se dividiram novamente e passaram a formar dois reinos: um formado por Judá e Benjamim, chamado “Reino do Sul” e teve Jerusalém como capital; e outro formado pelas dez tribos restantes, chamado “Reino do Norte”, e Samaria foi sua capital. Em vista disso, os reinos do sul e do norte tiveram seus próprios reis, chegando inclusive a ter alguns atritos, apresentando forte indício de individualidade entre eles.

Bibliografia:
http://www.esbocandoideias.com/2011/08/o-que-significa-12-tribos-de-israel.html
http://cursobiblicoinfantil.blogspot.com.br/2012/08/as-doze-tribos-de-israel.html
A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.