Canaã

Por Alaine Silva
E nos trouxe a este lugar, e nos deu esta terra (Canaã), terra que mana leite e mel. (Dn 26:9)

Canaã foi o nome de onde é hoje o Estado de Israel, o Líbano e parte da região junto ao Mar Mediterrâneo.

A primeira referência com este nome está citado na bíblia. Consta que Canaã era a terra prometida pelo Senhor ao seu povo escolhido, ainda quando chamou Abraão (que vivia ao sul da Mesopotâmia). A história relata que o Senhor chamou Abrão, trocou seu nome para  Abraão e lhe ordenou que partisse rumo uma outra terra, chamada Canaã. Esta saída seria o início de um processo de várias décadas, sofrido pelos descendentes dele, o povo hebreu; e que veio a dar o nome de Israel para antiga Canaã. Em comparação às terras próximas, Canaã era farta, produzia frutas, uvas, mel, entre outros alimentos, que deram a esta terra uma referência de “terra que mana leite e mel”.

O autor Samuel J Schultz, em seu livro  A História de Israel do Antigo Testamento, conta queO nome de Canaã se aplica à terra que existe entre gaza ao sul e Hamã no norte, ao longo da costa oriental do Mediterrâneo. Os gregos, em seu comércio com Canaã, durante o primeiro milênio a.C. se referem as seus habitantes como fenícios, um nome que provavelmente teve origem na palavra grega para designar a 'púrpura', uma tintura têxtil de cor avermelhada desenvolvida em Canaã. Já no século XV a.C. o nome Canaã se aplicava em geral à província egípcia na Síria ou pelo menos à costa fenícia, um centro da indústria da púrpura. Consequentemente, as palavras ‘cananeu’ e ‘fenício’ têm a mesma origem cultural geográfica e histórica. Mais tarde, esta zona se conheceu como Síria e Palestina. A designação ‘Palestina’ tem sua origem no nome filisteu”

Embora seja mais conhecida como terra abençoada, a bíblia faz ainda uma outra referência atribuindo à Canaã a característica de nome próprio, como podemos constatar na passagem a seguir:

“E os filhos de Cão são: Cuxe, Mizraim, Pute e Canaã. E os filhos de Cuxe são: Sebá, Havilá, Sabtá, Raamá e Sabtecá; e os filhos de Raamá: Sebá e Dedã. E Cuxe gerou a Ninrode; este começou a ser poderoso na terra. (...) E Mizraim gerou a Ludim, a Anamim, a Leabim, a Naftuim, A Patrusim e a Casluim (donde saíram os filisteus) e a Caftorim. E Canaã gerou a Sidom, seu primogênito, e a Hete” (Gn 10,6:15)

Bibliografia:
http://bibliotecabiblica.blogspot.com.br/2010/10/canaa-na-historia-de-israel.html
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993