Betinho (Herbert de Souza)

Por Fernando Rebouças
Herbert José de Souza, ou Betinho nasceu em 3 de novembro de 1935, na cidade de Bocaiúva, Minas Gerais. Irmão do cartunista Henfil e do músico Chico Mário, numa família de oito irmãos.

Nos primeiros dias de vida foi acometido de hemofilia, seu pai trabalhava numa penitenciária. Estudou sociologia na Universidade de Minas Gerais, formando-se em 1962. Trabalhou no Ministério da Educação e Cultura e na Secretaria da Reforma Agrária.

Durante o golpe militar exilou-se no Uruguai, quando retornou, conseguiu emprego como operário na cidade paulista de Mauá. Retornou ao exílio em 1971, morou no Chile, onde lecionou na Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais e trabalhou com o presidente Salvador Allende.

Fugiu da ditadura chilena, morou no Canadá e México, formou-se em doutor na Universidade do México. Em 1979, retornou ao Brasil; em 1981, fundou o IBASE (Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas) . Em 1990, liderou o movimento Terra e Democracia que lutava pela democratização da terra.

Nesta época, já lutava contra o HIV, adquirido em 1985, em transfusões de sangue no tratamento da hemofilia, de 1986 a 1997 dirigiu a ABIA, para defender os portadores do vírus da AIDS. Em 1992, liderou movimento político pelo impeachment do Collor.

Em 1993, foi eleito pelo Jornal do Brasil como o “homem de idéias do ano”. Faleceu em 9 de agosto de 1997, aos 61 anos, em sua casa no bairro de Botafogo.