Henry Ford

De diversas maneiras Henry Ford foi um homem simples. Ele gostava de acampar com seus amigos. Gostava de dançar “country”, patinar no gelo e cuidar do jardim.

Filho de pai Irlandês, nasceu em Springwells, Michigan, em 30 de julho de 1863. Uma cidade pequena, camponesa e por toda vida manteve essa conexão com a vida do campo.

Apresentou sempre habilidade para mecânica e na juventude Ford mantinha uma atividade interessante, arrumava relógios para os amigos e fazendeiros da redondeza, além de outros utensílios mecânicos. Muitas vezes o fazia por pura curiosidade. Trabalhou em diversas empresas na área mecânica.

De volta ao campo em 1986, casou-se com jane Bryant em 1888 e tiveram um filho em 1893. Mesmo com a vida no campo seguia sua intuição inventiva, buscando por exemplo inovar na construção de um trator à vapor que fosse simples e econômico. Falhou em seu projeto, não conseguiu ajustar o peso do motor de cilindros com as necessidades físicas do trator.

Mudou-se novamente para a cidade e conseguiu um emprego na empresa de Edison Illuminating Company onde tornou-se engenheiro chefe. Por lá trabalhou por seis anos.

Muito impressionado com o mercado automobilístico que começava a despontar naquela época, Ford trabalhou por 7 anos em um modelo de carro, o qual parecia uma carruagem sem cavalos, obteve sucesso.

Vendeu seu primeiro modelo por 200 dólares, investiu na construção de um carro ainda mais leve e poderoso. Logo nas primeiras experiências, Ford deixou a empresa de Edison e com o apoio desse e mais alguns sócios montou sua primeira companhia de automóveis.

Divergências o fizeram sair da companhia, logo executou o projeto de um carro de corrida em outra companhia, sem sucesso. Numa nova tentativa Ford montou um carro de corrida, com o qual quebrou-se vários recordes. Dessa forma Henry ganhou fama e confiança suficiente para conseguir aliados e trunfos suficientes para seguir seu ideal de carro montando uma nova Companhia em 1903.

Vendeu 5000 veículos entre 1904-1905.

Essa crescente o levou a desenvolver seu modelo mais famoso, o model T. Esse ficou conhecido como Carro Ford. Na sequência Ford optimizou a produção, ganhando a possibilidade de produzir quantidades antes impensáveis. Esse conjunto de processos e ideias ficou conhecido como Fordismo.

Filiais de sua Companhia foram inauguradas no Canadá e Inglaterra.

O processo de montagem seguiu evoluindo enquanto os custos diminuíam drasticamente. De 1909 a 1925 focou-se em agilizar o processo de montagem, diminuir intermediários, reaproveitar qualquer sobra de material. A essa altura, a cada 15 segundos um carro saía da linha de montagem.

Em 1927, modificava seu famoso Model T e dessa forma reinvestiu em todo o processo industrial.

Além de carros, Ford produzia tratores e teve contribuições inquestionáveis na mecanização do campo.

Ford construiu um hospital com maquinário singular e também obteve um jornal semanal. Além de desenvolver motoros aeronáuticos.

Em 1918 correu para um assento no senado dos EUA a pedido do presidente Woodrow Wilson.  Perdeu em uma diferença de 4.500 votos, sem gastar nem um centavo na campanha, porém nunca voltou a se envolver com política.

Começou com uma ideia simples, que a maioria não acredita, porém ele fez acontecer com perseverança e dedicação. Ford dispunha de uma habilidade natural para conectar máquinas e fazê-las funcionar juntas.

Henry Ford foi um grande inventor. Chegou a registrar 161 patentes nos Estados Unidos. Morreu em casa com 83 anos em abril de 1947.

"Existem mais pessoas que desistem do que pessoas que fracassam”.
Henry Ford

Bibliografia:
Dez curiosidades sobre Henry Ford: https://www.youtube.com/watch?v=gNK240cSUe8
Henry Ford’s Mirror of America: https://www.youtube.com/watch?v=J_L5FBZ2mA4
Josué Montello. Grandes Vocações - Empreendedores"; "Henry Ford"

Arquivado em: Biografias