Strabo

Strabo, Strabon ou Estrabão (Amasia, Ponto, Grécia, c.64 a.C. - c.23 d. C.) foi um geógrafo e historiador grego, nascido em Amasia, hoje uma cidade localizada na Turquia. Assim como a grande maioria dos autores da antiguidade, pouco se sabe da vista deste autor, sendo que a maioria das informações são deduzidas ou extraídas das próprias obras de Strabo. A data de seu nascimento não foi ainda exatamente determinada, mas várias pistas em sua obra apontam para uma data por volta de 63 aC. na cidade de Amasia, localizada no interior da região do Ponto (atual Turquia). Nada se sabe da família de seu pai, mas vários dos parentes de sua mãe ocuparam importantes cargos sob os reis locais Mithradates V e VI.

Sabe-se através do próprio autor que ele estudou em Cária (também atualmente na Turquia) sob a supervisão de Aristodemo (também tutor dos filhos do general romano Pompeu). Em Roma, estuda com Tyrannion, especialista em geografia.

Um dos poucos fatos documentados em sua vida é a sua viagem ao Egito por volta de 25/4 a.C., na qual, junto com o administrador romano Aelius Gallus, explora o rio Nilo. É certo que Strabo viajou bastante, tendo conhecido a Armênia, Etrúria e Etiópia.

Em determinado momento de sua vida, retorna a Amasia, onde se dedica a escrever uma História, de 43 volumes, concebida para complementar a obra do historiador grego Políbio, sendo que nenhum vestígio da obra foi até os dias de hoje descoberto. Como uma marca de sua crença na sinergia entre as disciplinas da história e da geografia, Strabo declara que a Geografia, o seu projeto final (escrito talvez, quando ele já contava por volta de oitenta anos), foi concebido como uma seqüência de sua perdida História. Dos 17 livros originais da Geografia (título, na verdade, atribuído pelos pesquisadores em geral), todos chegaram até os tempos atuais, com exceção de partes do volume 7. Não se sabe se Strabo teve suas obras publicadas no Ponto (sob o patrocínio da rainha Pythodoris) ou em outro lugar qualquer. Como eles não são citados por escritores romanos de sucessivas gerações, parece improvável que eles tivessem sido publicadosem Roma.

A Geografia é certamente o trabalho mais importante que a ciência na Antiguidade nos legou. Foi, como até onde sabemos, a primeira tentativa de coletar todo o conhecimento geográfico no momento atingível, e assim compor um tratado geral sobre geografia. Em linhas gerais segue-se necessariamente o trabalho do geógrafo Eratóstenes, que primeiro estabeleceu uma base científica para a ciência da geografia.

Bibliografia:
NAGY Blaise. Strabo (em inglês). Disponível em <http://www.perseus.tufts.edu/hopper/text?doc=Perseus%3Atext%3A1999.04.0004%3Aentry%3Dstrabo>. Acesso em: 01 nov. 2011.

Arquivado em: Biografias