Vítor Meirelles

Por Fernando Rebouças
Pintor e desenhista brasileiro, Vítor Meirelles nasceu em 1 de agosto de 1832, na cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, estado de Santa Catarina. Faleceu em 22 de fevereiro de 1903, na cidade do Rio de Janeiro.

Aos 15 anos, viajou ao Rio de Janeiro para estudar na Academia Imperial de Belas Artes, onde cursou pintura histórica. Recebeu uma bolsa para cursar faculdade de pintura na Itália e na França, em 1853.

Em 1857, após receber o prêmio Especial de Viagem à Europa, ingressou na Escola Superior de Belas Artes de Paris, onde estudou com o mestre Leon Cogniet e Andrea Gestaldi. Um dos seus quadros mais lembrados na história da pintura brasileira é “A Primeira Missa no Brasil” feito na França e exposto no Salão de Paris em 1861.

Quando retornou ao Brasil, foi nomeado professor de pintura histórica da Academia Imperial de Belas Artes, lecionando até 1890.

A partir de 1886, cansado da pintura histórica, montou uma empresa para pintar panoramas, criou o “Panorama Circular da Cidade do Rio de Janeiro” feito na Bélgica com a ajuda de Henri Langerock.

Vítor Meirelles fora demitido da escola, quando a Academia Imperial tornou-se Escola Nacional de Belas Artes após a proclamação da República, passando a ser rejeitado pelo fato de ser reconhecido como pintor do Império.