Wassily Kandinsky

Por Emerson Santiago
Wassily Wassilyevich Kandinsky (Moscou, Rússia, 4 de dezembro de 1866 - Neuilly-sur-Seine, França, 14 de dezembro de 1944) foi um importante pintor, teórico, músico e professor russo, sendo considerado o pioneiro da pintura abstrata.

Apesar de ter nascido em Moscou, mudou-se cedo com a família para Odessa, onde passou boa parte da infância. Formou-se em Direito e Economia, vindo a ser, inclusive, professor na faculdade de direito, e escreve sobre temas relacionados à espiritualidade. Seu interesse pela pintura surgiu a partir da visita à exposição dos impressionistas franceses apresentada na Rússia em 1895.

Viaja a Paris em 1896, decidido a dar início a seus estudos artísticos, com trinta e um anos de idade. Em Munique, considerada à época um dos centros da arte europeia, frequenta aulas de professores locais com Anton Azbe e Franz von Stcuk. As influências de Kandinsky naquele momento eram os franceses Gaugin, Nabis e Seurat.

Em 1901 funda o grupo de arte Phalanx, e cria uma escola de arte própria. Inicia um relacionamento com uma jovem artista, Gabriela Munter e divorcia-se de sua esposa, Anna Chimyakina. É nesta época que atingirá o ponto mais alto da carreira, desenvolvendo as rimeiras obras reconhecidamente abstratas. De fato, é esta necessidade interior de expressar as suas percepções emocionais que o leva ao desenvolvimento de um estilo de pintura abstrato, baseado em propriedades não-representativas de cor e forma, a chamada abstração lírica. Influenciado pelo impressionismo de Monet e pelo romantismo da música de Wagner, faz a apologia da força da cor, em que cada tela é “o teatro da cor”.Claramente espiritualista, tece a sua busca pictórica em torno da procura do próprio conteúdo da arte, da sua essência, da sua alma. As referências ao mundo exterior são, deliberadamente, inexistentes.

Em 1909, juntamente com E.T. Jawlensky, Kanoldt, Kulbin, Munter e outros, é co-fundador do Novo Grupo de Artistas de Munique (Neue Künstlervereinigung - MKUM) do qual é eleito presidente. Organiza algumas mostras de seus trabalhos junto com outros artistas locais, mas não obtém sucesso. Na ocasião da Primeira Guerra, volta à Rússia, ficando afastado da Alemanha até 1922, quando Walter Gropius, arquiteto alemão, que recém fundara a famosa escola Bauhaus convida Kandinsky para fazer parte do grupo de professores da instituição. Quatro anos depois, lança o seu mais conhecido livro, "Ponto e Linha sobre Plano" tratando da percepção que adquiriu sobre a arte.

Perto do fim da vida, acaba por deixar novamente a Alemanha e instala-se próximo a Paris, com o objetivo de lá passar seus últimos dias, mas continua pintando quase até o fim. Morre em Neuilly-sur-Seine em 1944, aos 78 anos.

Bibliografia:
Kandinsky, Wassili. Disponível em: <http://www.ibiblio.org/wm/paint/auth/kandinsky/>. Acesso em: 24 abr. 2012.

Wassili Kandinsky. Disponível em: <http://www.mac.usp.br/mac/templates/projetos/seculoxx/modulo1/abstracionismo/kandinsky/index.html>. Acesso em: 24 abr. 2012.

KU, Oleg. The Biography (em inglês). Disponível em: <http://www.wassilykandinsky.net/>. Acesso em: 24 abr. 2012.