Chromalveolata

Chrysochromulina

Formalmente não há uma classificação taxonômica oficial para o Chromalveolata. Porém, está sendo considerado um dos seis principais clados dos Eukaryota, mas isto não é definitivo e é questionável. E graças à uma endossimbiose que ocorreu com uma alga vermelha, originou-se mais quatro grupos: Heterokontophyta, Haptophyta, Cryptophyta e Alveolata.

O Chromalveolata é um grupo atípico quando comparado aos demais seres pluricelulares, com muitos subgrupos e suas características individuais. À exemplo pode-se citar os alvéolos nos Alveolata, nos Heterokontophyta há a presença de dois flagelos, também há o haptonema (estrutura filamentosa semelhante a um flagelo, porém diferencia-se dele por ter uma estrutura protéica contendo 7 pares de microtubulos) nos Haptophyta, e nos Cryptophyta tem o ejectissoma. Mas é claro que eles também tem características em comum, como a origem dos cloroplastos, por exemplo.

Ecologicamente, os Chromalveolata também tem sua importância: a produção de oxigênio pelas diatomáceas é um excelente exemplo, já que são as maiores fotossintetizadoras que se tem conhecimento. Com a atividade delas é possível dizer que muito dióxido de carbono é absorvido do meio ambiente por elas, acarretando então na diminuição do efeito estufa que possivelmente é causado por esse e por outros gases. Outros pontos positivos dos representantes deste grupo são: a produção de algina (ou alginato, como também é conhecida esta substância) pelas algas pardas. Esta substância gelatinosa e incolor é utilizada como espessante culinário ou na indústria têxtil ou ainda na odontologia (engrossando massas usadas para revestir dentes danificados); as algas pardas ainda formam verdadeiras florestas submersas que servem de abrigo e dão proteção à muitas espécies marinhas; e, por fim, as diatomáceas com suas conchas de sílica que podem ser utilizadas na produção de tintas com caráter reflexivo ou em cremes dentais, por exemplo.

Já um efeito negativo é um evento muito conhecido por nós, causado por dinoflagelados: as marés vermelhas. Evento esse que pode dizimar um cardume inteiro, afetar negativamente moluscos, bivalves e todos os seres viventes no lugar onde acontece este fenômeno.

Bibliografia:
http://www2.furg.br/depto/doc/labfito/lib/download/Graduacao/Planctologia/PraticaFlagel/PratFlagTexto.doc
http://pt.wikipedia.org/wiki/Chromalveolata
http://www.statemaster.com/encyclopedia/Chromalveolata
http://pt.wikipedia.org/wiki/Algina
http://en.wikipedia.org/wiki/Chromalveolate

Arquivado em: Biologia