Mamíferos

Os mamíferos são os maiores animais tanto terrestres quanto aquáticos, mas não são os mais diversos dos tetrápodes, perdendo para as aves e os répteis.

Características comuns dos mamíferos

Os mamíferos têm glândulas mamárias (por isso o nome da classe, Mammalia) e por elas alimentam seus filhotes. Além dessa glândula, os mamíferos apresentam outras sebáceas e de suor. Os mamíferos são endotérmicos e homeotérmicos, por isso há variações de espessura de pele e presença de pelos, dependendo do ambiente em que vivem, para auxílio da constância da temperatura.

Sistema circulatório

O coração dos mamíferos é divido em quatro partes. Dois átrios e dois ventrículos. A passagem do sangue pelas câmaras é controlada por valvas que permitem fluxo sanguíneo em uma única direção não havendo mistura sanguínea. O ventrículo esquerdo bombeia sangue oxigenado, levado pelas artérias. Dos órgãos saem o sangue com gás carbônico que, pelas veias, são levados para o coração entrando pelo átrio direito, passando pelo ventrículo direito indo para o pulmão receber oxigênio. Do pulmão, artérias levam o sangue para o átrio esquerdo do coração, seguindo para o ventrículo esquerdo e indo para o corpo.

Sistema respiratório

As hemácias, estruturas arredondadas e sem núcleo, carregam o oxigênio pelo corpo. O pulmão dos mamíferos é composto por dois grandes lobos. O ar entra pelas narinas, passa pela faringe, laringe, traqueia chegando aos pulmões. A traqueia se divide em dois ramos, um para cada grande lobo. Cada ramo se divide em ramos menores, os bronquíolos e na ponta de cada um deles há um conjunto de sacos chamados alvéolos, estrutura responsável pelas trocas gasosas. O diafragma, localizado abaixo dos pulmões, auxilia na compressão e expansão das costelas para facilitar a entrada e saída de ar.

Sistema excretor

Os líquidos corporais dos mamíferos são filtrados por dois rins. Os excretas são levados por ureteres para bexiga, onde são armazenados. Da bexiga, os excretas saem pela uretra para serem liberados pelos órgãos excretores. Todos os mamíferos excretam ureia, que é um excreta nitrogenada que necessita de bastante água para ser produzido, por isso em corpos com baixo consumo de água o volume urinário é baixo. Em machos o canal da uretra e da liberação de gametas é o mesmo, já em fêmeas, o canal é diferente.

Sistema nervoso

O sistema nervoso dos mamíferos é composto pelo sistema nervoso central e periférico. O principal órgão do central é o encéfalo, que apresenta diversos lobos e inúmeras células nervosas gerando uma complexidade de comportamentos. O periférico é composto por nervos distribuídos pelo corpo pela coluna vertebral. O sistema sensorial varia conforme os hábitos dos animais. Os animais noturnos têm olfato bem desenvolvido. A visão é mais apurada em animais de hábitos diurnos.

Sistema digestório

A alimentação dos mamíferos é muito variada, por isso seus sistemas digestivos apresentam diferenças. Os insetívoros têm os dentes pontudos para que consigam quebrar o exoesqueleto duro dos insetos e têm também o intestino pequeno. Os herbívoros ruminantes como as vacas tem trato com quatro câmaras e um longo intestino para que a celulose seja efetivamente quebrada e os nutrientes absorvidos. Os herbívoros não ruminantes como os coelhos têm o intestino longo. Os carnívoros têm o intestino pequeno.

Sistema reprodutor

Os machos têm os testículos (órgão produtor de espermatozoides) externo ao corpo e um órgão introdutor de gametas (pênis) também externo. A fecundação é interna e o embrião se desenvolve dentro do corpo materno até estar desenvolvido o suficiente para nascer. Ao nascer o filhote é amamentado com leite materno, havendo cuidado parental por um longo tempo. A copulação é feita no período de estro das fêmeas, quando os óvulos são liberados.

Referências:

Zoologia geral e comparada II, 1998 – Páginas 70 a 74

Hickman, Princípios integrados de zoologia 14 edição, 2008 – Páginas 612 a 627

Pough, A vida dos vertebrados 4 edição, 2008 – Páginas 519 a 530

Arquivado em: Cordados, Mamíferos