Martim Afonso de Sousa

Nascido em Vila Viçosa (Portugal) entre os anos de 1490 e 1500, Martim Afonso de Sousa foi um militar e nobre. Por ser de uma família da nobreza, passou sua vida na corte e logo obteve a nomeação de pajem de personalidades importantes como o duque de Bragança e o infante dom João, que foi rei de Portugal. Martim Afonso de Sousa partiu para Castela no ano de 1521 seguindo a corte da viúva do rei dom Miguel, dona Leonor. Então, após se instalar em Salamanca, ele se casou com uma nobre do reino de Castela, dona Ana Pimentel.

Martim-Afonso-de-SouzaApós dom João se tornar rei de Portugal, Martim Afonso de Sousa ficou responsável por comandar a 1ª expedição de colonização no Brasil. Organizados em cinco navios com 400 tripulantes, partiram em direção ao território brasileiro no dia três de dezembro de 1530 com o intuito de explorar, reconhecer e defender a costa brasileira de possíveis incursões de outros povos da Europa.

Um ano depois, no final do mês de abril, a expedição de Martim Afonso de Sousa, após deixar alguns tripulantes na região onde atualmente encontra-se Pernambuco, rumou em direção à baía da Guanabara até chegar ao Rio da Prata. Após este percurso, retornaram pela costa e aportaram no território de São Vicente. No começo de 1532 é fundada oficialmente a 1ª vila em terras brasileiras: São Vicente. Devido à sua participação no processo de reconhecimento do território como pioneiro, Martim Afonso de Sousa recebeu a capitania do Rio de Janeiro e de São Vicente após a divisão do país em capitanias hereditárias.

Em 1533, Martim Afonso de Sousa voltou a Portugal e, um ano depois, após ganhar nomeação de capitão-mor do mar das Índias, passou a defender as feitorias de Portugal, que estavam constantemente sendo atacadas por corsários e tripulações de outros países. Desta forma, tornou-se um líder e organizou com êxito várias operações de cunho militar. Entre as mais conhecidas estão a dominação da ilha de Repelina e o banimento do rajá de Calicute.

Martim Afonso de Sousa tornou-se vice-rei das Índias no ano de 1542. Um ano depois, voltou para seu país de origem e tornou-se importante personalidade nas decisões do conselho de Portugal. Porém, segundo a opinião de alguns historiadores, ele foi obrigado a se afastar de cargos públicos, pois, naquela época, estava sendo acusado de enriquecer de forma ilícita.

Em 1571, Martim Afonso de Sousa faleceu na cidade de Lisboa. Seu sepultamento ocorreu no Convento de São Francisco.

Fontes:
http://educacao.uol.com.br/biografias/martim-afonso-de-souza.jhtm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Martim_Afonso_de_Sousa
http://cvc.instituto-camoes.pt/navegaport/d32.html
http://www.consciencia.org/os-primordios-da-colonizacao-historia-do-brasil

Arquivado em: Biologia