Retrovírus

Por Fabiana Santos Gonçalves
Os retrovírus, ou RNAvirus formam o grupo dos primeiros vírus estudados e conhecidos, há cerca de 90 anos. Tudo começou com o aparecimento de doenças em algumas galinhas, mas que só foram bem esclarecidas por volta das décadas de 60 e 70 com a descoberta da enzima transcriptase reversa, DNA proviral em células germinativas e dos oncogenes relacionados aos retrovírus.

Classificação

Após essas descobertas, classificaram esse vírus na família Retroviridae, que é dividida em 3 subfamílias:
- Oncoviridae
- Lentivirinae
- Spumavirinae

Estrutura e organização

O genoma viral é constituído de duas moléculas de RNA de fita simples, ligadas entre si. A fita dupla permite uma maior taxa de recombinação gênica, características do retrovírus.

Morfologicamente são vírus muito parecidos entre si, apesar da sua diversidade. Medem cerca de 80 a 140 nm de diâmetro e são compostos de proteínas, RNA e lipídios da membrana.

Ciclo reprodutivo

A principal característica deste vírus é a enzima transcriptase reversa, que produz DNA a partir de uma molécula de RNA.

O vírus reconhece a superfície da célula e se funde com a membrana plasmática, podendo ocorrer também endocitose. Após a penetração do nucleocapsídeo viral, ocorre a transcrição reversa do RNA do vírus em DNA viral. Esse processo ocorre cerca de uma hora após a infecção da célula. O DNA formado não é uma transcrição precisa, pois possui um alongamento de 500 a 600 bases, provenientes de seqüências adicionais. O DNA viral migra para o núcleo da célula e se integra com o DNA celular, ocorrendo modificações em ambos os códigos genéticos. Começa a transcrição deste DNA em RNA viral, a partir do sistema de transcrição da célula. Proteínas também são produzidas e algumas moléculas de RNA são empacotadas, originando centenas de novos vírus.


http://www.emc.maricopa.edu

Mutações

Esses vírus sofrem constantes mutações e além de sofrerem modificações durante a transcrição reversa, fazendo com que fiquem cada vez mais difíceis de serem combatidos.

Doenças

Um dos tipos mais conhecidos de retrovírus é o HIV, que por infectar seres humanos ataca os linfócitos T do sangue.

Os retrovírus possuem oncogenes que atuam nos processos de diferenciação e proliferação celular, induzindo a célula a ter divisões descontroladas, desenvolvendo tumores cancerosos.

Fontes
Oliveira, Ledy do Horto dos Santos. Virologia humana. Rio de Janeiro: Cultura Médica, 1994.