Deserto da Arábia

Por Fernando Rebouças
Localizado nas regiões da Arábia Saudita, Síria, Jordânia, Omã, Iraque e Iêmen, o Deserto da Arábia é quente e cobre maior parte da península da Arábia, apresenta planaltos e planícies  em seus 2.330.000 km².

O deserto da Arábia está compreendido entre as linhas amarelas.

É uma área de baixa biodiversidade de fauna, o deserto apresenta gazelas, camundongos, lagartos, hienas, chacais e texugos. A fauna é pobre devido a caça e apropriação das regiões desérticas para as atividades humanas.

O clima é seco, a temperatura oscila de 40 a 50ºC no verão, e 5 a 15°C no inverno (muitas vezes 0°C). No deserto habitam árabes, curdos, turcos, assírios e armênios.

Na época da sabotagem do petróleo no Kuwait, na década de 90, a região sofreu profunda crise ambiental devido ao derramamento de hidrocarbonetos e liberação de toxinas na atmosfera.

No meio do deserto, o governo saudita promove a construção mega cidades com conclusão das obras prevista para 2020. Entre os cinco projetos, há a cidade econômica de  King Abdullah, batizada com o nome do rei saudita.

A cidade cobrirá 388 km² do deserto, ao norte de Jidá. Terá um dos maiores portos do mundo, escolas e resorts. Abrigará um grande complexo industrial que produzirá alumínio, aço, fertilizantes e petroquímicos.

A iniciativa visa atribuir ao país, novos meios de obtenção de renda para a população, caso o petróleo se torne economicamente inviável no futuro.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Deserto_da_Arábia
http://www.infopedia.pt/$deserto-da-arabia
http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL598260-5602,00-GOVERNO+SAUDITA+CONSTROI+MEGACIDADE+NO+DESERTO.html