Estepe

Mestre em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais (UFAC, 2015)
Graduada em Ciências Biológicas (UFAC, 2011)

As estepes são formações vegetais localizadas em planícies e constituídas basicamente por gramíneas, formando um grande tapete vegetal. Não possuem árvores. Ocorrem geralmente na faixa intermediária entre a floresta e o deserto e são encontradas na Europa e na Ásia.

Estepes. Foto: TasiPas / Shutterstock.com

Estepes. Foto: TasiPas / Shutterstock.com

Estepes são chamados de “pradarias” na América do Norte (na região central dos Estados Unidos e do Canadá) e de “pampas” na América do Sul (Brasil, Argentina e Uruguai). No entanto, as pradarias e pampas ocorrem em climas mais úmidos e suas gramíneas são mais altas. Mas todos esses ambientes são considerados campos temperados. Os campos temperados da África do Sul recebem o nome de “veldts”.

Nas estepes o clima é geralmente frio e seco, pois não há oceanos por perto e as chuvas são escassas, mas durante o verão o clima é quente. Existem duas estações nitidamente diferentes: uma estação de congelamento durante o inverno, quando a vegetação permanece dormente, e uma estação de crescimento (que dura de 100 a 175 dias), quando não há congelamento e a vegetação pode se desenvolver.

No verão podem ocorrer incêndios ocasionais. Esses incêndios são importantes na conservação dos campos abertos, pois eliminam a quantidade excedente de matéria orgânica e permitem a renovação da vegetação. As gramíneas possuem brotamentos próximos à superfície (ou abaixo dela), assim quando são queimadas ou devoradas por herbívoros, um novo brotamento acontece imediatamente.

Embora as gramíneas sejam predominantes, nas regiões mais úmidas dos campos temperados é possível encontrar dois ou mais estratos de vegetação. As árvores são poucas, podendo ocorrer ao longo de rios ou lagos. Existem também algumas plantas de flores perenes, geralmente com espinhos para prevenir a herbivoria.

A fauna desse ambiente é composta principalmente por herbívoros e carnívoros. Esses animais possuem adaptações que lhes permitem correr de forma eficiente de um lugar para outro em busca de água ou para fugir dos predadores. Outra característica dos animais é o deslocamento em manadas, um hábito que garante uma maior proteção contra os predadores. Os animais menores cavam e vivem em tocas, onde podem se proteger da predação. O bisão europeu, auroque, cavalos selvagens, antílope da saiga, rato-toupeira e doninha europeia são alguns dos animais que habitam as estepes.

Os solos dos campos temperados são férteis devido à decomposição das gramíneas mortas durante o congelamento, por isso são ideais para atividades agrícolas, que representam uma das principais ameaças a esses ambientes. Assim como as culturas agrícolas, o uso abusivo de queimadas empobrece rapidamente o solo, transformando-o em deserto. Além disso, a introdução do gado, para fins pecuários, leva à substituição da fauna original.

Referências
http://brasilsustentaveleditora.com.br/biblioteca-virtual/campos-temperados

Begon M.; Harper, J. L.; Townsend C. R. 2007. Ecologia - De indivíduos a ecossistemas. 4 ed. Porto Alegre. Artmed. 752p.

Arquivado em: Biomas