Epistemologia de Lakatos

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

O termo epistemologia se refere ao estudo sobre a produção do conhecimento. Quando se menciona, no entanto, a epistemologia das ciências, se está abordando os pensadores que se preocuparam em investigar como se constrói um conhecimento de natureza científica.

Irme Lakatos nasceu no ano de 1922 na Hungria, e concluiu seu doutorado em 1958. Atuou como filósofo das ciências e da matemática. Assim como Popper, foi também professor das disciplinas como Lógica e Metodologia Científica por vários anos. Faleceu em 1974. Entre os seus temas centrais, pode-se citar o programa de investigação, o núcleo central, heurísticas negativa e positiva e o cinturão protetor.

Buscar-se-á propor um breve resumo sobre os principais conceitos em Lakatos, através dos itens abaixo:

  • Teorias científicas devem ter indicações de o que fazer e o que não fazer, o que Lakatos denomina de programa de pesquisa.
  • A forma pela qual a ciência avança é com a estruturação das teorias.
  • Um programa de pesquisa deve sempre respeitar os pressupostos teóricos que desencadeiam a pesquisa, pressupostos básicos (núcleo comum).
  • De acordo com a heurística negativa, não se pode modificar os pressupostos teóricos.
  • De acordo com a heurística positiva, haverá sempre um cinturão protetor: conhecimento prévio e intencionalidade.
  • Lakatos traz pela primeira vez o conceito de programa de pesquisa.
  • A heurística positiva mostra também o que conservar, a negativa mostra também o que não contestar.
  • O programa de pesquisa poderá ser progressivo, quando produzir resultados, ou degenerativo, quando deixar de produzir.
  • Quando um pesquisador modificar o núcleo central acabará por se afastar do programa de pesquisa.
  • O programa de pesquisa pode ser entendido como um projeto que deve ser definido e passível a pesquisas futuras.
  • Modificações ou adições ao cinturão protetor devem sempre ser comprovadas de forma independente.
  • Ficam assim excluídas hipóteses ad hoc, as que são comprovadas de forma independente.
  • Da mesma forma ficam excluídas manobras que vão contra o núcleo central.
  • Um programa de pesquisa deve ser avaliado pela medida em que progride ou se degenera.
  • Jamais se pode afirmar que um dado programa é melhor do que outro.
  • A heurística positiva mostra como desenvolver o cinturão protetor, a negativa restringe-se ao que não se deve fazer.
  • É preciso oferecer chances ao programa de pesquisa quando este não está funcionando, e não abandoná-lo, conforme propusera Popper em relação às teorias.
  • As conformações são sempre mais importantes do que as refutações, uma vez mais Lakatos sendo anti-popperiano.

Leia também:

Referências:
MOREIRA, Marco Antônio; MASSONI, Neusa Teresinha; Epistemologias do Século XX, EPU, São Paulo, 2011.

Arquivado em: Ciências