Ácido Sulfídrico

Por André Luis Silva da Silva
Um importante ácido derivado do elemento químico enxofre, de fórmula molecular H2S, chama-se ácido sulfídrico. Esse ácido pode ser obtido pela dissolução do sulfeto de hidrogênio em água. Em verdade, tanto o sulfeto de hidrogênio quanto o ácido sulfídrico possuem a mesma composição química (H2S), ocorre apenas que o primeiro é um gás (responsável pelo odor dos ovos podres) e o segundo está em solução aquosa.

O H2S em sua forma gasosa forma-se a partir da putrefação natural de compostos de origem orgânica que apresentam o elemento químico enxofre em sua composição. É um gás incolor, extremamente tóxico e corrosivo, formado pela presença de dois átomos de hidrogênio para um átomo de enxofre.

O H2S é moderadamente solúvel em água e etanol, quando em solução aquosa da origem, conforme já citado, ao ácido sulfídrico, um ácido inorgânico de caráter fraco. Reage com bases fortes, dando origem a sulfetos metálicos. É um agente redutor de poder moderado. Possui vasta aplicação na química analítica, em análises quantitativas, pois precipita metais a partir de sulfetos insolúveis em meio aquoso, pois o H2S reage quimicamente com a maioria dos íons de metais pesados, precipitando os sais provenientes.

O H2S queima-se no ar atmosférico, produzindo o dióxido de enxofre (SO2) e água, quando a quantidade de oxigênio (O2) presente é suficiente para uma combustão completa, conforme mostrado abaixo, na qual parte-se de dois mols de H2S e três mols de O2.

2H2S + 3O2    2H2O + 2SO2

 Quando há carência de O2, forma-se então SO2 e enxofre livre. Tendo em vista esse comportamento, a reação química a partir de H2S em baixa presença de O2 é utilizada como um dos meios de obtenção do enxofre, conforme equação abaixo, na qual parte-se de dois mols de H2S e um mol de O2.

2H2S + O2    2S + 2H2O

A geração de H2S ocorre em diversos segmentos e sua ação tóxica nos seres humanos é conhecida desde o século XVIII, entretanto, passados tantos anos, ainda ocorrem casos de intoxicações inclusive com grande número de mortes. Por outro lado, sua agressividade também é avaliada nos contatos com materiais e equipamentos industriais, resultando, na maioria das vezes, em deteriorações ou fraturas de materiais ferrosos com conseqüências catastróficas.”1 Entretanto, “de acordo com uma pesquisa realizada pela Peninsula Medical School da Universidade de Exeter & Playmouth, no Reino Unido, o gás está presente naturalmente em nossos corpos – especificamente no líquido sinovial do joelho, reduzindo o atrito entre cartilagem e articulações durante movimentos. Ele pode desempenhar um papel importante da redução da inflamação nas articulações2.

O método laboratorial de obtenção do H2S mais difundido consiste na reação de deslocamento do sulfidreto do sulfeto de um metal, sob a forma de sulfeto de hidrogênio, com participação do ácido sulfúrico diluído. Em sua fase gasosa, também pode ser obtido a partir do aquecimento de compostos orgânicos sólidos e enxofre.

Referências:
1. http://adm.aedb.br/seget/artigos05/261_H2S.pdf
2. http:// cienciadiaria.com.br/Medicina
SARDELLA, Antônio; MATEUS, Edegar; Curso de Química: química geral, Ed. Ática, São Paulo/SP – 1995.
MAHAN, Bruce M.; MYERS, Rollie J.; Química: um curso universitário, Ed. Edgard Blucher LTDA, São Paulo/SP – 2002.