Comunicação Verbal

Por Gabriella Porto
A Comunicação Verbal é todo tipo de passagem ou troca de informações por meio de linguagem escrita ou falada.

O sucesso da Comunicação Verbal depende completamente da clareza das mensagens passadas, e esta clareza está ligada à compatibilidade do acervo vocabular e intelectual dos envolvidos na troca de informações. Para que haja êxito na Comunicação Verbal, seja ela escrita ou falada, o receptor da mensagem precisa compreender o que lê ou ouve, para isso é necessário que a mensagem esteja em um código comum ao emissor e ao receptor (mesmo idioma) e que ambos estejam no mesmo patamar de conhecimento. Quando qualquer uma dessas condições essenciais falha, há o que é chamado de ruído na comunicação.

Apesar dos grandes avanços tecnológicos, a Comunicação Verbal ainda é a mais usada para passar informações, principalmente nas relações interpessoais. Em uma empresa, por exemplo, avisos são passados com linguagem escrita, o e-mail ainda é o recurso mais usado para troca de mensagens via web e em relações familiares o diálogo permanece eficaz. Embora a Comunicação Visual seja hoje o recurso mais usado na propaganda, esta ainda utiliza de recursos verbais em alguns meios de comunicação, como, principalmente, no rádio e na televisão, e, eventualmente, na internet.

Alguns recursos utilizados na Comunicação Verbal são responsáveis por prender a atenção do receptor à mensagem, como é o caso do impacto e da curiosidade. Quando uma mensagem é enviada, o emissor precisa ter o mínimo de sensibilidade para saber o efeito que causará no receptor. Quando o efeito é impactante, gera uma correspondência com a vivência do receptor, e isso o aguça a prestar mais atenção na mensagem que está recebendo. Logo, a curiosidade do receptor é fundamental para que a mensagem enviada pelo emissor exerça o efeito por ele desejado.

A Comunicação Verbal escrita foi também o grande marco evolutivo na transmissão do conhecimento humano. Nas sociedades ágrafas o conhecimento era passado de forma oral, e isso impedia a evolução por conta da impossibilidade de acúmulo de conhecimento na memória humana, então suporte do saber. Com o desenvolvimento da escrita, o homem passou a contar com uma memória extracorpórea, que ultrapassou os limites espaço-temporais na passagem de conhecimento e viabilizou a evolução intelectual, pois, a partir de então, a memória humana passou a ser livre para buscar novos conhecimentos.

A Comunicação Verbal se diferencia das demais formas de comunicação, que tendem a apenas enviar mensagens, ao possibilitar a troca de informações entre emissor e receptor. E sua característica imediatista a faz ser majoritariamente utilizada nas relações interpessoais. Ainda é a forma mais comum de comunicação, apesar de todos os novos recursos comunicacionais.

Fontes:
http://www.salves.com.br/virtua/comverbn-verb.html
http://www.artigonal.com/relacionamentos-artigos/comunicacao-verbal-987315.html
http://www.apagina.pt/?aba=7&cat=156&doc=11595&mid=2