Comunicação Interpessoal

Por Carla Cristiane Souza De Oliveira
A Comunicação Interpessoal é importante em diversos segmentos ao longo de nossas vidas, visto que este é o método que desenvolve a troca de informações entre duas ou mais pessoas.

Sabemos que cada interlocutor (Pessoa que toma parte da conversação) troca informações baseadas em seu contexto cultural, vivências e emoções.

O método de comunicação prevê em sua obrigatoriedade em que haja a existência mínima de dois indivíduos sendo o emissor e o receptor, cada qual com seu repertório individual irão transmitir a informação segundo seu conjunto de particularidades e aquele que recebe tal mensagem agirá da mesma maneira de acordo com seu próprio filtro cultural.

Para então minimizar esta diferenciação de conceitos culturais foi criando ao longo do tempo meios de múltiplas utilizações que passam a ser usados pelas pessoas na comunicação interpessoal.

Podemos citar a conversação, mímica, escrita, telefone, computadores, televisão e rádio. E como todo processo de comunicação, a sonoridade deve ser diminuida para melhor qualidade que o emissor possa dispor ao receptor de maneira clara e aberta para que se entenda a questão abordada. E assim uma vez que enviada a mensagem o receptor processa e segundo seus objetivos transforma em conhecimentos.

Vale ressaltar que na comunicação interpessoal é de suma importância que exista preocupação dos interlocutores para que as informações sejam processadas, o sucesso na comunicação não depende só de como é transmitida e sim como ela é aceita pois é válido lembrar que vivemos em uma sociedade de cultura diversificada e o que as vezes parece estar sendo óbvio não é.

Resumindo a comunicação interpessoal, pode ser definida como o processo pelo qual informações são trocadas e entendidas por duas ou mais pessoas, normalmente com a intenção de motivar ou influenciar o comportamento.