Marketing Ambiental

Por Fernando Rebouças
O marketing ambiental é um conjunto de técnicas e aplicações que visa atender as necessidades e desejos dos consumidores que possuem consciência ecológica, sobretudo planejando e desenvolvendo um mercado e sociedade sustentável. Desenvolve e implementa produtos e serviços que atendem a segmento e demanda específica.

No século XX, ocorreu a emergência de pensamentos ambientalistas, a reflexão sobre nossa sociedade do consumo e sobre todos os desgastes sofrido pelo meio ambiente perante o avanço da poluição e do desperdício tem crescido cada vez mais nos debates sócio-econômicos. A necessidade de construir um mundo melhor, no qual haja qualidade de vida e trabalho para todos, está conscientizando as pessoas em consumir produtos ecologicamente corretos.

Neste ponto, o marketing ambiental ganha destaque nas empresas como ferramenta para projetar a imagem da empresa a respeito de sua capacidade de produzir e distribuir seus produtos de forma sustentável. Em cadeia, todo o planejamento de marketing ambiental destaca o valor da empresa desde a coleta de insumos e fabricação do produto até a sua exposição no mercado de maneira ecológicamente correta.

O marketing ambiental também pode ser definido como um gestor que busca antever as exigências ambientais dos consumidores, mantendo a margem do lucro empresarial sustentável. Atualmente, além das correntes de pensamento e preocupações com o meio ambiente, o consumidor possui largo acesso à informação, que o capacita a valorizar os benefícios de um produto que respeita o meio ambiente e a saúde de quem o consome.

Além deste fator, o consumidor quer conhecer a origem do produto, fábrica, marca e quais matérias-primas foram utilizadas e no que implicará de benefícios e malefícios à sociedade ao ser utilizado. Neste cenário de atuação do marketing ambiental, a responsabilidade é compartilhada entre empresa e consumidor, pois, se por um lado a empresa é responsável pelos efeitos da produção e do produto na sociedade, por outro lado o consumidor deve ser responsável em não comprar acima de suas necessidades, o que geraria o mal do desperdício.

Fontes
http://www.administradores.com.br/artigos/marketing_ambiental_conceitos_e_uma_nova_orientacao/13291/