Americanização

Americanização é o termo utilizado para designar a forma como os Estados Unidos influenciam culturalmente outras nações de modo a substituir costumes de uma cultura específica pelos da cultura norteamericana. No caso desta influência ocorrer de forma voluntária, a palavra ganha conotação positiva. Porém, quando ocorre de forma imposta, ganha conotação negativa. Um fator fundamental para que a cultura dos EUA se imponha sobre as outras é o seu grande poder de desenvolvimento econômico, o maior em escala global. Um bom exemplo são os canais televisivos. Uma vez que as redes de televisão do país têm transmissões para o mundo inteiro, conceitos, valores e manifestações culturais ganham mais notoriedade.

Marcas criadas nos EUA como Coca-Cola, McDonald's, entre outras, aparecem tanto nas propagandas que tornam estes produtos parte do nosso cotidiano. Além disso, os EUA contam com uma das mais poderosas indústrias cinematográficas do planeta, expondo seu modo de vida e ideologia por todo o globo. A maior influência da cultura americana começa com os jovens, que veem no modo de viver americano (american way of life) uma proposta de vida excitante. Desta forma, são os mais receptivos a modas, artes, entre outras características da americanização. Entretanto, pessoas com certa idade podem apresentar mais filtros em relação a este processo, sendo menos influenciáveis e valorizando uma cultura adquirida antes do boom americano dos anos 50, quando, após a Segunda Guerra Mundial, os EUA fizeram forte campanha midiática de sua cultura para ofuscar aos ideais da URSS no ocidente.

O componente considerado o mais importante do processo de americanização é a divulgação maciça através da mídia, o que inclui música, filmes e programas de TV. Praticamente todos os canais norteamericanos possuem sucursais em outras nações e praticamente não alteram a programação, continuando a produzir a mesma grade transmitida nos EUA com pequenas modificações. Um bom exemplo desta influência são os seriados e filmes que tem grande audiência em países estrangeiros. O sucesso de programas como The Walking Dead, Simpsons, Desperate Housewives e Breaking Bad, além de filmes como Avatar, E o Vento Levou e Titanic, são ícones da boa aceitação da cultura americana em outras nações. Com origem americana, os artistas mais conhecidos no mundo são Michael Jackson e Elvis Presley, respectivamente, os reis do pop e do rock, com vendas de discos na casa dos milhões.

Fontes:

TOTA, Pedro Antonio. O imperialismo sedutor: a americanização do Brasil na época da segunda guerra, São Paulo: Cia das Letras, 2000

http://pt.wikipedia.org/wiki/American_way_of_life

Arquivado em: Cultura