A Vida no Calor e a Vida no Frio

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Este texto traz 10 temáticas para discussão elaboradas a partir dos capítulos 3 e 4 do livro “A Vida no Limite: A Ciência da Sobrevivência”, de Frances Ashcroft. Essa obra expressa o comportamento instintivo e biológico de sistemas vivos quando submetidos a condições extremas, como o calor, o frio a pressão e a altitude.

1. Definição dos termos calor e temperatura.

O termo calor refere-se a uma energia em trânsito que flui do corpo de maior temperatura para o corpo de menor, já temperatura representa a agitação molecular do sistema.

2. Relacionalidade entre o termo atrito ao aumento de temperatura.

Quanto maior for o atrito molecular, maior será a temperatura medida, e vice-versa.

3. Definição de equilíbrio térmico.

Condição pela qual dois corpos colocados em contato não trocam calor entre si, ou seja, estão à mesma temperatura.

4. As condições para que um organismo “sinta frio” ou “sinta calor”.

Um organismo sentirá frio se for colocado em um ambiente de temperatura mais baixa do que sua temperatura basal, sentirá calor se sua temperatura basal estiver menor do que à ambiente.

5. Onde se perde mais calor, no ar ou na água, ambos em temperatura ambiente.

Se perde mais calor na água, pois a densidade molecular é maior no estado líquido do que no estado gasoso.

6. O que pode ser entendido pelo fato de um organismo vivo possuir um regulador térmico?

Significa que o organismo vivo possui um sistema que trabalha para manter a sua temperatura corporal constante, independente da temperatura ambiente.

7. As condições para a ocorrência de troca de calor entre dois corpos.

Dois corpos poderão trocar calor se forem colocados em contato e estiverem com temperaturas iniciais diferentes entre si.

8. A razão pela qual povos nativos do deserto cobrem-se com peças de roupas mesmo em um ambiente árido.

A razão de usar-se roupas em ambientes áridos está no fato de procurar-se evitar a perda de água corporal por evaporação, pois caso contrário a perda de água pela ação direta dos raios solares seria intensa.

9. Limite inferior e superior de temperatura.

Pode-se cogitar um limite inferior de temperatura, que é de zero Kelvin, ou  -273°C, apesar de na prática esta temperatura ainda não ter sido atingida. Entretanto, não se pode cogitar um limite superior de temperatura.

10. Os princípios de funcionalidade da garrafa térmica e do isopor.

Tanto a garrafa térmica quanto o isopor utilizam o mesmo princípio de isolamento térmico: a existência de pouca massa material (baixa densidade) ao redor do material no qual deseja-se manter a temperatura.

Referências:
ASHCROFT, Frances; A Vida No Limite, Zahar, Rio de Janeiro/RJ, 2000.

Arquivado em: Curiosidades