Albergues

O termo albergue origina-se da palavra haribergo, um vocábulo da língua gótica. Este vocábulo é utilizado no Brasil para definir formas de hospedarias que, em tese, têm um baixo custo em comparação com formas de hospedagem tradicionais como hotéis, pousadas, pensões e casas de família. Em Portugal, os albergues são conhecidos como pousadas da juventude, mas funcionam da mesma forma que no Brasil e em qualquer lugar do mundo.

Outra característica dos albergues é que são frequentados por estudantes, mochileiros e jovens em busca de um lugar seguro e confortável para guardar seus pertences e passar a noite. Como uma forma de facilitar a vida dos alberguistas, existem diversas colaborações entre albergues de vários países, que oferecem descontos aos universitários e interessados em conhecer melhor outros povos e culturas sem gastar muito.

Uma boa opção para estes viajantes é se tornar membro da Federação Internacional de Albergues, fundada em 1934. O primeiro nome desta associação foi International Youth Hostel Federation (IYHF). Atualmente, a federação conta com mais de 90 representantes em 80 países e aproximadamente 4500 albergues no mundo inteiro. A vantagem deste tipo de associação são os descontos oferecidos para seus associados e benefícios como tarifas menores para os estudantes que levam sua própria roupa de cama.

Entre os grupos que formam a da Federação Internacional de Albergues estão a Youth Hostels Association (YHA) localizada na Inglaterra e País de Gales, a Scottish Youth Hostels Association (SYHA) presente na Escócia, a American Youth Hostels, que fica Estados Unidos, entre outras. No Brasil, existem representantes em Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Além dos albergues com público preferencial de jovens estudantes e mochileiros, existem também os albergues para pessoas com dificuldade financeiras e moradores de rua. Estas instituições, em sua maioria, oferecem uma estadia mais barata, três refeições diárias e abrigo para o pernoite. Porém, ao contrário dos albergues de estudantes, seguem regras muito mais rígidas como: proibição do consumo de drogas entre seus moradores, horários para entrada, saída, alimentação e rezas.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Albergue
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hostelling_International
http://www.hihostels.com/

Arquivado em: Curiosidades