Brigada Gurca

A Brigada Gurca  (ou gurkha) é uma unidade militar formada por soldados nepaleses, que atuam sob ordens do Exército Britânico. A brigada, composta por 3.640 homens, é descendente das unidades gurcas que originalmente serviram o Exército da Índia Britânica, antes da independência indiana, e antes mesmo da criação das Companhia das Índias Orientais. A brigada inclui infantaria, engenheiros, unidades de suporte, logística e treinamento. Esses soldados são muito famosos por usarem uma peculiar espécia de faca curva pesada chamada kukris, semelhante à faca machete. Uma faca distinta que deu a esses soldados uma reputação de guerreiros ferozes e corajosos. Os soldados carregam o nome nome da cidade montanhosa de Gorkha, a partir da qual o reino do Nepal se expandiu. As fileiras são dominadas por quatro grupos étnicos: os Gurungs e Magars, vindos da região central do Nepal, e os da Rais e Limbus, do leste, que vivem em aldeias montanhosas.

Em 1776, Prithwui Narayan, então rei dos gurcas, investiu contra os nepaleses e, após dois anos de guerra, terminou por conquistá-los, iniciando aí uma expansão de seus domínios. Quando já se aproximavam da fronteira com a Índia, acabaram por encontrarem com o domínio britânico e, após alguns conflitos, uma guerra oficial foi declarada em 1814. Após a guerra, os ingleses não conseguiram anexar o Nepal, como uma parte integrante do Império Britânico, mas oficiais do Exército ficaram impressionados com a coragem dos soldados gurca, encorajando-os, posteriormente, a trabalharem como mercenários para a Companhia das Índias Orientais. Essa guerra resultou numa peculiar relação em ambos os lados, um sentimento que seria mais importante do que o simples domínio de terras: logo se criou uma mútua admiração militar. Os gurcas gostavam muito dos elegantes uniformes britânicos do período, pelas armas sofisticadas e pelas táticas de guerra, e os inglese tinham uma alta consideração para com a bravura e e coragem dos pequenos soldados de roupa marrom.

Os gurcas serviram como soldados da Companhia das Índias Orientais na Guerra Pindari em 1817, no Couço, em 1826, e nas Primeira e Segunda Guerras Sikh em 1846 e 1848, respectivamente. Durante o motim de Sepoy em 1857, os regimentos gurca permaneceram leais aos britânicos, atitude que os fez ser, definitivamente, parte do Exército Britânico. A Segunda Divisão Gurca de Rifles (Os Sirmoor) defendeu casa Hindu Rao, juntamente com regimentos britânicos, por mais de três meses, perdendo 327 de 490 homens. Os regimentos gurca do Exército da Índia Britânica serviram nas duas guerras mundiais.

Após a Independência da Índia em 1947, e sob o Acordo Tripartite, seis regimentos curca se juntaram ao Exército Indiano pós-independência. Quatro regimentos gurca, os 2, 6, 7, e 10, se juntaram ao exército britânico em 1° de janeiro de 1948. Nesse dia foi formada a Brigada Gurca, ficando estacionada na Malásia. Durante a Emergência Malaia (conflito colonial que aconteceu na Malásia Britânica entre os anos 1948 e 1960), gurcas lutaram como guerrilheiros de selva, assim como já haviam feito na Birmânia. Eles também formaram quatro novas unidades - Engenheiros Gurca, Comunicações, Transportes e da Polícia Militar. Eles também foram usados para tarefas de escolta de comboios, segurança de novas aldeias e emboscadores. Na Independência da Malásia, unidades de comunicações gurca monitorou as comunicações durante as primeiras eleições livres daquele país.

Os testes para admissão de combatentes gurca são formados por três fases. No primeiro estágio, são feitas seleções em diversas aldeias montanhosas do Nepal, sendo que cada aldeia, geralmente, entrega 30 candidatos. Esses recrutas em potencial precisam preencher os seguintes requisitos: terem entre 17 e 22 anos, ter pelo menos 1.60m, 50kg, além de gozarem de boa saúde e educação regular compatível. No segundo estágio do processo de seleção, que dura três semanas, todos os candidatos precisam realizar e passar em testes teóricos e físicos para avançar para a próxima fase. São testes de Inglês, Matemática, Condicionamento Físico, de Iniciativa. Os candidatos com menores notas geralmente são indicados para fazer parte do Contingente Gurca de Força Policia de Singapura.

A última fase é composta por nove meses de treinamentos intensivos, de língua inglesa, habilidades militares, cultura e costumes ocidentais, habilidades com armas de fogo, além de diversos treinamentos físicos. A graduação ocorre com uma passeata festiva. De acordo com os seus rendimentos nos testes e treinamentos, os recrutas serão indicados às diferentes áreas da Brigada Gurca.

Um memorial britânico para os gurcas foi inaugurado em 3 de Dezembro de 1997 pela Rainha Elizabeth II, onde pode-se encontrar uma texto que é uma citação de Sir Ralph Turner, um ex-oficial gurca.

Fontes:
http://www.knifeco.ppg.br/gurcas.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/Brigade_of_Gurkhas

Arquivado em: Curiosidades