Como funciona televisão 3D ?

Desde 1928, depois que o engenheiro da General Eletric Ernst F. W. Alexanderson inventou o primeiro televisor, muita tecnologia foi desenvolvida. A começar pelo tamanho (polegadas), antes apenas com 5 e hoje com opções de mais de 50, além do uso de diversos tipos de materiais, com maior durabilidade e recicláveis. O desenvolvimento da nanotecnologia e demais sistemas, fizeram da televisão um produto de entretenimento geral.

Depois da Tecnologia de Plasma, LCD, LED e HDTV, foi lançada a televisão modelo 3D (o "D" significa Dimensão e remete ao termo de profundidade e tridimensional).  E como funciona este tipo de tecnologia denominada 3D? A principal característica está diretamente ligada ao modo como focalizamos as imagens na tela e para que isso ocorra, nossos olhos absorvem a luz refletida nos objetos e o cérebro faz a leitura da luminosidade emitida, para que na sequencia elabore a imagem representativa na nossa mente. Cada olho recebe a mesma imagem, mas com pontos de observação diferentes, o que informa ao cérebro a falsa percepção de que a imagem possui profundidade, ao agrupar as duas imagens e torná-la 3D. A chamada realidade em três dimensões é uma criação da mente, por meio do fenômeno já explicado, denominado estereoscopia (quando duas imagens iguais são colocadas em posições diferentes).

Para que a imagem seja reproduzida e retida pelo cérebro como tridimensional, é preciso captar estas duas imagens simultaneamente e com o auxílio de softwares técnicos, reduzir a frequencia da imagem para compor de modo realista a cena. Esta câmera denominada estereoscópica faz a mesma função do olho, pois utiliza duas lentes com angulação diferentes e simula o foco, a entrada de luz e o enquadramento.

Mas como se compõe a imagem em 3D? São cinco tipos de composição destas imagens, a primeira, é a tradicional, Anaglífico, cujas imagens são lidas em diversas camadas com cores contrárias. A segunda é denominada True 3D, a qual também compõe duas imagens simultâneas e utiliza a tecnologia da lente dos óculos para criar o efeito tridimensional. Na sequência o Alternate-frame sequencing, frequentemente utilizado para jogos de computador, cujas lentes são especiais e se abrem e fecham sucessivamente. A quarta utiliza a Autostereoscopia, a qual visualiza imagens de três dimensões na tela de cristal líquido e dispensa o uso de óculos, é importante ressaltar que este tipo de tecnologia ainda não é utilizada nos televisores atuais por enquanto, especula-se que o seu desenvolvimento será exclusivo para meios de publicidade. Por fim a quinta e última denominada ChromaDepht, é o que há de mais novo, utiliza óculos com os chamados "micro-prismas", que altera a percepção de cada olho ao receber as cores.

E para que toda essa tecnologia seja plenamente visível é necessário usar os óculos 3D, os quais podem ser de dois tipos, os Ativos, que possuem lentes de LCD, sensíveis a luz que moldam a imagem, e os óculos polarizados são comumente usados em cinemas com salas 3D.

Fonte:
http://eletronicos.hsw.uol.com.br/tv-3d.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Televis%C3%A3o_3D
http://en.wikipedia.org/wiki/3D_television

Arquivado em: Curiosidades