LEGO

Criado pelo dinamarquês e marceneiro de profissão, Ole Kirk Christiansen, em 1934, o Leg Godt, mundialmente conhecido como LEGO, significa "brincar bem". Inicialmente construiu brinquedos de madeira, no entanto após o período do pós-guerra, este artefato ficou escasso, por isso a mudança para outro material de base: plástico injetado (denominado Acrilonitrila butadieno estireno). É um brinquedo formado por diversos módulos de tamanhos diferentes, os quais se encaixam perfeitamente, originando diversas combinações, e desde o final do ano de 1950, tornou-se popular em todo o mundo.

Foto: Stefano Tinti / Shutterstock.com

Foto: Stefano Tinti / Shutterstock.com

O LEGO segue quatro princípios básicos, são eles: alta qualidade, é seguro, estimula a criatividade e a imaginação, auxiliando no desenvolvimento das crianças, de qualquer faixa etária, e diverte. O LEGO se tornou um tipo de brinquedo universal. Seguindo a análise cronológica o LEGO iniciou sua trajetória de sucesso em meados dos anos 60, quando em 1959 fundou-se um centro de desenvolvimento denominado Divisão Futura, cuja principal responsabilidade era planejar e criar as próximas gerações do brinquedo. Pouco tempo após sua implementação, houve um incêndio no depósito dos materiais da fábrica e que ocasionou a perda quase que total do estoque, que ainda era construído com a matéria-prima de madeira. A partir deste fato, iniciou-se a produção em plástico.

Apenas um ano após, em 1961, contando com um forte investimento na linha de produção, implementou-se as rodinhas e realizada a primeira comercialização do brinquedo nos Estados Unidos. Foram distribuídos centenas de ônibus, caminhões e demais brinquedos. Outro lançamento que alavancou as vendas em mais de 50%, foram as peças feitas exclusivamente para a pré-escola e a parceria firmada com a empresa Samsonite (malas e acessórios de viagem), a qual fez a distribuição dos produtos também no Canadá.

Dois anos depois, estudos mostraram enorme eficiência no uso de um outro tipo de matéria-prima, chamado plástico ABS (acrilonitrilo-butadieno-estireno) que foi substituído pelo acetato de celulose, pois proporcionava maior durabilidade e rigidez. Além de não ser tóxico, aumentava a vida útil das peças. Uma curiosidade sobre este material é que mesmo 40 anos após sua fabricação, ainda conservam as características originais.

Com o aumento da produção, fez-se necessário desenvolver Manuais de Instrução de como montar e manusear as peças e conjuntos, os quais no ano de 1966 já possuíam até um pequeno sistema elétrico, como o famoso e tradicional LEGO Train System, que contava com um motor de 4,5 volts e trilhos especiais. Dois anos mais tarde, no dia 7 de Junho a empresa bateu a marca de um milhão de peças vendidas, já estava consolidada no mercado e seus brinquedos conhecidos mundialmente, foi então que construíram o Parque Temático LEGOLAND, em Billund.

A década de 70 continuou trilhando o enorme sucesso da LEGO, e o momento era de maiores investimentos no Marketing, Logística e Segmentação de mercado. Foi criado a primeira linha exclusiva para meninas, os conjuntos LEGO Family, a Expert Series e Expert Builder, LEGO Space, Fabuland e Scala. Dez anos depois, em 1980, em comemoração ao  cinqüentenário  da empresa, foi lançado o livro 50 Years of Play. Cinco anos depois, foi inaugurada uma fábrica no Brasil, na cidade de Manaus.

Mesmo depois do  advento dos computadores e toda tecnologia, a LEGO continua no topo das vendas de brinquedos, sempre antenada as tendências e desenvolvendo conjuntos dos mais variados e recentes temas. O que começou como uma brincadeira, impressiona com os dados atuais: são fabricadas mais de 30 bilhões de peças, provindas das 4 fábricas, sendo que a sua sede está localizada na cidade de Billund, Dinamarca.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lego
http://www.lego.com/

Arquivado em: Curiosidades, Empresas