Sociedade da Terra Plana

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

A Sociedade da Terra Plana é uma organização que não acredita na esfericidade do planeta Terra.

terra planaMitos sempre fizeram parte da cultura humana. Eles foram responsáveis por explicações de muitos aspectos de nossa vida ao longo de muitos séculos. Geralmente, os mitos são atrelados a visões religiosas que apresentam suas formas de entender e se relacionar com o mundo. Como essas perspectivas eram supostamente sagradas, demorou muito tempo para que fossem contestadas e verificadas. A partir do século XV, no início da Idade Moderna, o homem voltou para si e procurou verificar a realidade do que repetia em seus discursos carregados de mitos. O chamado Renascimento instituiu o Antropocentrismo, que concedia ao homem o poder de explicar a realidade a sua volta. Nesse mesmo período desenvolveu-se o método empírico, que daria bases sólidas para o desenvolvimento da ciência. O método consiste em verificar hipóteses através de experiências e obter respostas tangíveis. Esse modelo de pensamento permitiu que a sociedade se desatrelasse das explicações míticas e explicasse a natureza e seus fenômenos através de formulações racionais.

Muitos mitos, provenientes de diferentes culturas, tentaram explicar a Terra e seu formato durante séculos. O Ocidente, que se tornou cristão a partir da Idade Média, seguia a orientação religiosa de que a Terra era plana, possuía grandes precipícios em suas extremidades. No final do século XV, um navegador italiano chamado Cristovão Colombo argumentou ao rei da Espanha que a Terra era esférica e não plana como se dizia. Assim, ele poderia navegar para o Ocidente e chegar ao Oriente, onde os europeus compravam as mercadorias que revendiam na Europa. Outros indivíduos apresentaram explicações nas décadas e séculos seguintes que comprovavam a esfericidade da Terra. Mais tarde, em 1961, o primeiro homem viajou ao espaço e viu a Terra de fora, comprovando, por definitivo, sua esfericidade. No entanto, foi fundada uma organização no ano de 1956 e que persiste até hoje que continua argumentando que a Terra é plana.

A Sociedade da Terra Plana, ou Flat Earth Society, foi fundada pelo inglês Samuel Shenton com o objetivo de espalhar a ideia de que a Terra é plana. De acordo com esta organização, o Polo Norte está no centro da Terra e os continentes estão dispersos ao seu redor. Naturalmente, essa perspectiva tem outras implicações. Se a Terra é plana, ela também é imóvel. Logo, os membros e seguidores da organização acreditam que a Lua e o Sol giram em torno de nosso planeta, sendo que o satélite natural possuiria apenas 51 Km de diâmetro e a estrela seria pouco maior do que isso.

O líder e criador da organização, Samuel Shenton, passou a liderança da Sociedade da Terra Plana para Charles K. Johnson pouco antes de falecer. Charles fez de sua casa a base da organização, na cidade californiana de Lancaster. Charles faleceu em 2001, mas a sociedade não acabou e muito menos o argumento. A Sociedade da Terra Plana continua existente e mantém sua página oficial na qual discute em fóruns o argumento de que o planeta não é esférico. Há na internet várias sociedades supostamente defensoras da Terra plana, mas, na verdade, tratam-se de grupos críticos ao Criacionismo, por exemplo. São sátiras para ridicularizar defensores de argumentos há muito derrubados. No entanto, a Sociedade da Terra Plana fundada em 1956 defende efetivamente que a Terra não é esférica.

Fonte:
http://theflatearthsociety.org/cms/
Ilustração: http://www.sinful-illusions.com/wiki/index.php?title=The_Flat_Earth_Society

Arquivado em: Curiosidades