Vinificação

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

Vinificação é o processo de transformação da uva em vinho. Até que o vinho chegue à mesa do consumidor para degustação, a uva que o deu origem passa por um longo processo de transformação que atribui à bebida o sabor e as qualidades características. Logo após ser colhida, a uva é levada para a vinícola e é identificada quanto ao peso e seus teores de açúcar e acidez. Feita a triagem, a uva segue para uma máquina que se encarrega da retirada dos ramos que sustentam o cacho, que recebem o nome de engaço. Só então a uva estará pronta para receber a primeira pressão que causará o rompimento de sua casca, liberando o suco que será recolhido pelos tanques de fermentação.

Os tanques que absorvem o suco da uva são feitos de cimento ou, preferencialmente, de inox, pois permite melhor controle do processo de fermentação. É nesta etapa da transformação da uva que seu açúcar se converte em álcool, ou seja, gera-se o vinho. Daí em diante, fica a critério do produtor decidir o tipo de envelhecimento dado ao vinho para sua comercialização. Além do envelhecimento nos barris, faz diferença também o tempo de envelhecimento nas garrafas, que atribui determinadas características ao produto.

A Vinificação, de modo geral, transforma a uva em vinho. Já o conjunto de atividades de produção, conservação, armazenamento e comercialização recebe o nome de Vinicultura. Mas o processo de transformação da fruta em bebida alcoólica possui distinção entre os diferentes tipos de vinho. A Vinificação que dá origem ao vinho tinto inclui casca, suco e sementes da uva no processo de fermentação que ocorre nos tanques. É a casca que dá a coloração tinta à bebida e quanto maior foi o seu contato com o líquido, mais escuro será o vinho, e também a adstringência. Já no caso do vinho branco, o contato da casca com o líquido define algumas qualidades da bebida, como frescor e teor alcoólico. Em geral, o contato ocorre por pouco tempo. Mais importante é a temperatura da fermentação, que costuma ser abaixo de 20º C. O vinho branco pode ser obtido de uvas tintas, desde que sua fermentação seja realizada sem a casca, onde estão as substâncias corantes. Por fim, existem também os vinhos do tipo rosé. Sua Vinificação pode ocorrer de duas maneiras, retirando o líquido dos tanques de fermentação quando a coloração já foi atingida ou misturando vinhos tintos e brancos.

Fontes:
http://www.vinhomadeira.pt/Vinifica%C3%A7%C3%A3o-22.aspx
http://www.sobrevinhoseafins.com.br/p/da-vinificacao.html
http://www.amigasdovinho.com.br/curso/aula8.htm

Arquivado em: Curiosidades