Verruga

Verruga é um pequeno tumor benigno da pele causado pela infecção de determinadas estirpes do Papillomavirus. Alguns sorotipos desse agente etiológico são uma importante causa de certos tipos de cancro (tumor) maligno, como o cancro do colo de útero e o cancro do pênis.

As verrugas de pele são muito comuns, sendo que quase todos os adultos já devem ter apresentado algum episódio durante a vida. Sua transmissão se dá pelo contato direto com pessoas contaminadas, bem como é  possível a transmissão por fômites.

As verrugas viras podem apresentar-se de diferentes formas. São elas:

  • Verruga vulgar: localizada na superfície da pele, as lesões são elevadas, endurecidas, de superfície áspera e coloração esbranquiçada; podem também apresentar pontilhados escuros. Isoladas ou coalescentes, variam de milímetros a centímetros de diâmetro. As áreas mais acometidas são as extremidades dos membros, sendo muito mais frequentes nas mãos, cotovelos e joelhos. Atingem mais crianças e adolescentes.
  • Verruga peri-ungueal: localizam-se ao redor das unhas. Estas se estendem para dentro da prega ungueal e, por esse motivo, podem ser de tratamento mais difícil.
  • Verruga plana juvenil: as lesões são pequenas, de superfície plana e em grande número. As regiões comumente acometidas são a face e os membros. São mais frequentes nos adolescentes.
  • Verruga plantar: encontra-se na planta dos pés, crescendo para dentro da pele, pois o peso do corpo impede seu crescimento externamente. Muitas vezes são confundidas com calosidades, mas quando raspadas, as lesões apresentam uma superfície irregular e pontos escuros no seu interior, diferenciando-as, assim, de calos. As maiores normalmente são dolorosas ao pisar.
  • Verruga filiforme: são mais frequentes na face e no pescoço e formam uma lesão digitiforme (semelhante a um dedo) que se projeta na superfície da pele. É mais comumente encontrada nas pessoas idosas.
  • Verruga genital ou condiloma aculimando: encontrado na região genital ou peri-anal. As lesões são mais macias e, quando encontradas nas mucosas, podem ser úmidas. A coloração varia de esbranquiçada a escura e o tamanho vai desde pequenos pontos até grandes lesões vegetantes (aspecto de couve-flor). É mais comum em adultos e sua transmissão se dá por meio do ato sexual. Achados desse tipo de verruga em crianças deve levantar a suspeita de abuso sexual.

O diagnóstico é feito por meio da análise de amostras das lesões à microscopia óptica. As células acometidas apresentam aspecto característico. A detecção do seu DNA através do PCR também  é útil.

O tratamento é feito por meio da remoção da verruga que pode ser cirúrgica (eletrocuagulação ou curetagem), pela cauterização química (uso de substâncias cáusticas sobre as lesões), pela criocirurgia (congelamento das lesões utilizando-se o nitrogênio líquido) ou pela administração local de substâncias conhecidas como imunomoduladores, usada no tratamento de verrugas resistentes ao tratamento convencional.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Verruga
http://www.dermatologia.net/novo/base/doencas/verruga.shtml
http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?453

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Dermatologia, Doenças