Tiranossauro Rex

Por Ana Lucia Santana
O Tiranossauro Rex, que significa ‘lagarto tirano rei’ ou ‘réptil tirano’, foi um dos dinossauros carnívoros de maior porte, adaptado ao ambiente terrestre, somente superado pelo Giganotossauro e pelo Carcarodontossauro, provavelmente os integrantes mais mansos desta família. Sua organização física atingia 5 metros de altitude e mais de 14 metros de extensão.

Ele caminhava geralmente na postura vertical – era, portanto, bípede, como o ser humano e os primatas - e habitava o território atualmente conhecido como América do Norte, no final da era cretácea, ou seja, no período Mesozóico, situado entre 145,5 milhões e 65 milhões de anos atrás.

A princípio ele foi batizado de Dynamosaurus imperiosus, mas depois este nome foi substituído por um mais condizente com suas características. Ele era grandioso e atemorizante, portava uma cabeça imensa, com aproximadamente 1,20 metro de extensão e mandíbulas tão poderosas que tinham o poder de engolir um indivíduo completo, atuando com uma pressão de 1300 quilos. Este caçador inveterado foi encontrado na região oeste dos Estados Unidos.

Alguns pesquisadores acreditam que ele podia atingir até 48 km/h sempre que corria, mas outros não concordam com essa avaliação e arriscam a velocidade de 60 km/h. Isto indica que ele era capaz de perseguir os animais de que se alimentava, ainda que tudo leve a crer que o Tiranossauro construía armadilhas para ter maior sucesso em sua empreitada.

Os dentes aguçados do Tiranossauro, um pouco curvos, propiciavam também um maior dom para apanhar seu alimento. Seus cinquenta dentes eram certamente letais, com eles o animal domava totalmente suas vítimas, entre as quais as preferidas eram os Hadrossauros. As duas patas sobre as quais ele se apoiava eram de tal forma robustas que amparavam sem problemas o corpo gigantesco.

Seus pés apresentavam garras muito possantes, das quais emergiam três dedos de sustentação e um que nem roçava o solo. Os braços destoavam do restante de seu organismo, pois eram muito pequenos, portando somente dois dedos. Ninguém até hoje descobriu para que, afinal, serviam estes membros.

Provavelmente o fraco desenvolvimento dos braços se deve ao processo evolutivo deste espécime; eles parecem ter herdado esta característica de seus antecessores, o Giganotossauro, o Carcarodontossauro e o Mapussauro. Este traço, na verdade, permitia uma maior velocidade no instante do ataque às presas.

Os estudiosos conseguiram encontrar uma estrutura craniana deteriorada que prova o quanto esse animal era violento, e que ele lutava contra outros Tiranossauros, disputando o alimento ou as fêmeas desta espécie. O Tiranossauro possivelmente convivia em vastas comunidades familiares, assim como os elefantes.

Fontes:
http://leandromoda.sites.uol.com.br/tiranossauro.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tiranossauro
http://www.impactlab.com/2009/11/03/terrible-teens-of-t-rex-young-tyrannosaurs-did-serious-battle-against-each-other/