Fungemia

Mestre em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas (FIOCRUZ, 2011)
Graduada em Biologia (UGF-RJ, 1993)

Fungemia é a presença de fungos viáveis na corrente sanguínea. Ao longo dos anos, tem aumentado o número de infecções causadas por fungos patogênicos e não patogênicos. Essas infecções ocorrem normalmente em pacientes com imunidade deficiente, como os portadores de câncer, AIDS, ou pacientes que receberam terapia imunossupressora, ou tiveram mudanças na sua microbiota. Outros fatores de risco são diabetes, diálise, uso de antibióticos de largo espectro, má nutrição, quimioterapia e colonização prévia por algum fungo. Se a fungemia está presente, significa que há uma infecção fúngica em curso e a melhora do paciente deve-se à rápida identificação, isolamento e identificação do agente, para que seja feito o tratamento correto. Fungemia é um grave problema de saúde pública, pois envolve pacientes internados que já estão predispostos a adquirir qualquer infecção oportunista. Candida albicans, Candida não-albicans e outras especies de fungos como Histoplasma capsulatum, estão envolvidos na fungemia.

Transmissão

Não há transmissão de pessoa a pessoa. O uso de cateter venoso por muito tempo pode ser um fator de risco para a fungemia.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são: gripe, desordens mentais, fadiga crônica, dor, edema, fadiga muscular, problemas para dormir, infecção em alguma parte do corpo, febre.

Diagnóstico

Como os sintomas da fungemia são inespecíficos e a cultura de sangue é positiva em menos de 50% dos casos, o diagnóstico é difícil. Muitas vezes esse diagnóstico é dado tardiamente durante a infecção ou mesmo após a morte do paciente.

Tratamento

O tratamento é realizado com antifúngicos, como Fluconazol ou Anfotericina B.

Prevenção

As medidas de prevenção recaem sobre a utilização de antibiótico de amplo espectro, o uso de cateter venoso. Estes dois procedimentos devem ser acompanhados com atenção e na medida do possível devem ser utilizados pelo menor tempo possível.

Bibliografia:

Epidemiologia das infecções hematogênicas por Candida spp. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0037-86822003000500010&script=sci_arttext

Fungemia in a university hospital: an epidemiological approach. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0037-86822011000600018

Fungemia. Disponível em http://www.rightdiagnosis.com/f/fungemia/

Prevalence of fungemia in a tertiary hospital: Analysis of the last decade. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302016000400315

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Doenças