Principais pandemias

Graduado em Ciências Biológicas (UNIFESO, 2014)

A pandemia ocorre quando uma epidemia de origem infecciosa sai do controle e afeta grandes quantidades populacionais como um continente ou o planeta inteiro. Os primeiros relatos de pandemia se originaram do vírus da gripe em 1580 na Ásia, que em apenas 6 meses se espalhou pela Europa, África e posteriormente para a América do Norte e Reino Unido, matando em torno de 10% da população em áreas afetadas pela doença.

Posteriormente, a gripe ataca novamente. Desta vez, sua origem vem da Rússia como um surto no ano 1729 e se tornou uma pandemia em 1732 onde tomou o mundo inteiro, matando em torno de 500 mil pessoas em 36 meses. Outros casos de pandemias ocorreram anos 1781 na China quando infectou a Europa em 8 meses, e em 1830 que também teve início na China, passando pela Ásia, Europa e as Américas, onde infectou em torno de 25% da população. Após estas, as pandemias começaram a ter nome próprio:

  • Gripe Russa: Surgiu em 1889 atacando a Europa, e chegando a Salvador por navios e se alastrando até o Rio de Janeiro.
  • Gripe Espanhola: Surgiu em 1918, e se espalhou por todo o planeta, estima-se que 50% da população mundial foi contaminada, levando a 40 milhões de pessoas ao óbito. A gripe espanhola é considerada a pior pandemia da história.
  • Gripe asiática: Surgiu na China em 1957, onde se alastrou em questão de meses para Austrália, índia, Europa, África e os Estados Unidos. Atingindo todos os países em torno de 10 meses. A mortalidade desta pandemia variou de acordo com a área atingida, chegando a 80%.
  • Gripe de Hong Kong: surgiu na China em 1968, onde infectou 500 mil pessoas em Hong Kong, causando grande impactado na Guerra do Vietnam, quando foi levada aos Estados Unidos e se espalhou rapidamente no mundo inteiro.

Além da gripe, outras doenças originaram grandes pandemias como a cólera, que acarretou em 8 grandes pandemias que tomaram o mundo inteiro:

  1. Teve início na Índia em 1816 onde se alastrou para China e chegou a República do Azerbaijão, Cazaquistão, Turcomenistão e Rússia através do Mar Cáspio.
  2. De início na Europa, a cólera infectou os Estados Unidos, Canada e Inglaterra em 1832.
  3. Afetou gravemente a Rússia, a partir de 1852, causando mais de um milhão de óbitos.
  4. Se alastrou rapidamente entre a população Europeia e Africana entre 1863 e 1875.
  5. Grande contaminação da América do Norte no ano de 1866.
  6. Infectou principalmente a Alemanha causando mais de 8 mil mortes no país em 1892.
  7. Atingiu a Rússia em 1899, mas com o avanço da Saúde pública, a Europa foi pouco afetada.
  8. Iniciou-se na Indonésia em 1961 se alastrou para Bangladesh, Índia, e chegou a União Soviética em 1966.

No século XVIII na baixa idade média, por falta de saneamento, a peste negra assolou a Europa dizimando entre um terço (25 milhões) a metade da população (75 milhões).

Em decorrência da colonização, doenças novas foram introduzidas em certas áreas, onde evoluíram para grandes pandemias como a da varíola e o sarampo, que ocorreu entre 1500 a 1530 no México e Peru causando mais de 2 milhões de mortes.

Atualmente o vírus HIV causa uma grande pandemia global de AIDS, desde seu descobrimento em 1982 o vírus já infectou mais de 60 milhões de pessoas, resultando em 20 milhões de óbitos. Atualmente, mais de 34 milhões de pessoas estão infectadas. Outras doenças como o Ebola, Zika, Dengue e Chikungunya estão sendo estudadas profundamente pela comunidade científica, pela facilidade de contaminação mundial, podendo resultar em grandes pandemias.

Referências:
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2016/01/cientistas-dos-eua-alertam-para-pandemia-de-zika-e-cobram-acao-da-oms.html

http://www.artigos.com/artigos-academicos/11549-gripe-pandemia-uma-historia-que-nunca-acaba-o-terror-da-humanidade

http://www.professorjarbasbio.com.br/aids.htm

http://drauziovarella.com.br/sexualidade/mais-de-34-milhoes-de-pessoas-no-mundo-sao-portadoras-do-virus-hiv/

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Doenças