Síndrome do Coração Partido

Por Débora Carvalho Meldau
O termo coração partido é uma metáfora utilizada com o intuito de descrever uma intensa dor emocional ou um sofrimento que se sente após um evento traumático, como a perda de um ente querido, traição, divórcio, separação física, rejeição, dentre outros.

A síndrome do coração partido, também conhecida como cardiomiopatia de estresse, é uma condição infrequente, que acomete especialmente mulheres de meia idade, ocasionada por situações estressantes. Pessoas com esta síndrome podem apresentar repentina dor no peito, fato que leva a pensar que estão tendo um ataque cardíaco.

Algo que prende a atenção nessa síndrome é o fato de que estudos hemodinâmicos revelam artérias coronárias praticamente normais e a ventriculografia aponta um coração com a base dilatada, inativa, com o restante do coração se contraindo normalmente durante a sístole ventricular. A parte que se contrai normalmente, e a parte que não sofre a contração sistólica esperada resultam em uma imagem que indica que uma parte está normal e a outra anormal, levando à impressão de coração partido.

Dentre as manifestações clínicas relatadas pelos pacientes com esta síndrome estão:

  • Tensão na região torácica, similar a um ataque de ansiedade;
  • Perda de apetite;
  • Dor de estômago;
  • Insônia;
  • Raiva;
  • Choque;
  • Nostalgia;
  • Apatia;
  • Fadiga;
  • Náuseas;
  • Sentimentos de solidão;
  • Sentimentos negativos;
  • Perda da autoestima e/ou amor próprio;
  • Depressão;
  • Pensamentos suicidas;
  • Negação.

Uma vez que a causa desta síndrome é emocional, o tratamento visa tratar esse trauma. Geralmente, os sintomas duram alguns meses, mas, após um acompanhamento psicológico, irão desaparecer naturalmente. Contudo, existem casos que será necessário mais tempo de tratamento.

Fontes:
http://www.mayoclinic.com/health/broken-heart-syndrome/DS01135
http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?653
http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_do_cora%C3%A7%C3%A3o_partido

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.