Compra coletiva

Por Fernando Rebouças
A compra coletiva acontece, principalmente, em sites que oferecem a possibilidade de se comprar produtos e serviços com até 90% de desconto, porém, os descontos são atingidos somente quando uma grande quantidade de pessoas compram determinado produto. Na maioria dos casos são ofertados serviços como viagens, jantares, serviços de estética e saúde, entre outros.

O vendedor tem a possibilidade de negociar grande quantidade de produtos em curto espaço de tempo. Um dos primeiros sites a lançar esse modelo de negócio e de vendas foi o Groupon, que surgiu nos EUA em 2008.

Em 2012, essa empresa já estava presente em mais de 40 cidades norte-americanas e se firmando em novos locais mundo afora. Outros sites similares surgiram nos últimos anos, não somente de capital estrangeiro, mas também empresas nacionais para oferecer determinada linha de produtos para determinado público local.

Nesses sites há tipos de produtos que exigem um mínimo de interessados que poder ser de 20, 50, 100, 500 e, em determinados casos, mais de 500 pessoas para atingir certo nível de desconto.

No ano de 2010, nos EUA já havia mais de 200 sites nesse modelo de oferta. No Brasil, esses sites surgiriam no mesmo ano, por meio da instalação de um escritório da Groupon em São Paulo. O primeiro site fundado com iniciativa e capital 100% nacional foi o Peixe Urbano.

Os sites brasileiros seguiram os mesmos métodos dos sites americanos, porém, oferecendo produtos e serviços de grande interesse de nosso público. A oferta é exposta nas páginas indicativas dos sites por um tempo limitado, o cliente (já pré-cadastrado) escolhe um produto e serviço junto com outros clientes e recebe o mesmo do fabricante do produto.

Os sites de compras coletivas geraram duas novas culturas: a de formação de comunidades afins por promoções e uma nova maneira de consumir que, em determinados casos, pode se tornar viciante. Considerando que grande parte das promoções permanecem disponíveis por um dia, o cliente se sente incentivado a comprar urgentemente determinado produto. Somente promoções especiais, como a de eletrônicos, podem permanecer disponíveis por mais de um dia.

Esse sistema de compra é similar ao sistema de compra por escala já utilizada por rede de lojas, porém, por intermédio desses feitos, realizadas por pessoas físicas (consumidores finais). Na maioria dos casos, essas empresas de super ofertas para compras coletivas utilizam as mídias sociais para divulgarem suas novidades e promoções.

Leia também:

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Site_de_compra_coletiva
http://info.abril.com.br/noticias/internet/sites-de-compra-coletiva-explodem-na-web-06082010-28.shl