Conjuntura Econômica Global - Nigéria

  • Nome Oficial – República Federal da Nigéria / Capital – Abuja
  • Cidade mais populosa – Lagos
  • Gentílico – Nigeriano/Nigeriana
  • Moeda – Naira (NGN)
  • Sistema Governamental – República Presidencialista
  • Religiões Predominantes – Mulçumana, Católica e Protestante
  • Idioma – Inglês (Oficial)

Visão Geral

A Nigéria está localizada ao oeste do continente africano entre Benin e Camarões. Possui população de aproximadamente 155 milhões de habitantes, distribuída em uma extensão de 923,7 mil Km2. É o 32º país em extensão e comparando-o com o território brasileiro, tem as dimensões do Estado do Mato Grosso (MRE-DPR, 2012).

Contexto Econômico

País rico em petróleo, a Nigéria tem sido prejudicada pela instabilidade política, corrupção, infraestrutura inadequada e má gestão econômica ao longo das décadas. Entretanto, ao longo dos anos o país vem desempenhando algumas ações no sentido de reformular sua economia, uma vez que até então, seus antigos governantes não conseguiam diversificar a economia excessivamente dependente do setor petrolífero. Economia essa que ainda é responsável pelo fornecimento de 95% das receitas em divisas e cerca de 80% das receitas orçamentais.

Após a assinatura de um acordo em agosto de 2000, a Nigéria recebeu um convênio de reestruturação da dívida do Clube de Paris e um crédito de US $ 1 bilhão com o FMI, ambos referentes à reformas econômicas. Entretanto, depois de não conseguir atender as metas de gastos, uma das condições intrínsecas aos acordos assinados, o país foi retirado do programa do FMI em abril de 2002, o que também tornou a Nigéria inelegível para o perdão da dívida do Clube de Paris.

Em novembro de 2005, o país ganhou a aprovação do Clube de Paris para um acordo de redução da dívida, que eliminou 18 bilhões dólares de uma dívida externa total, na época, de 37 bilhões. Desde 2008, o governo começou a mostrar vontade política em implementar reformas orientadas para o mercado, como a modernização do sistema bancário, a remoção de subsídios além da resolução de disputas regionais sobre a distribuição dos lucros da indústria do petróleo.

O PIB, entre os anos de 2007 e 2011, cresceu acentuadamente graças aos expressivos preços do mercado externo do petróleo bruto e também da ascensão em setores não petrolíferos. O governo do Presidente Goodluck Jonathan, cujo mandato teve início em 2010, estabeleceu uma equipe econômica que anunciou planos para aumentar a transparência, diversificar o crescimento econômico e melhorar a gestão fiscal.

  • PIB (US$) – 244 bilhões (2011);
  • PIB PPC* per capita (US$) – 3.230 (2011);
  • Força Laboral por ocupação – Agricultura: 70%, Indústria: 10% e Serviços: 20% (est. 1999);
  • Principais Produtos de Exportação – Petróleo e seus derivados; cacau; borracha.
* Poder de Paridade de Compra

Exportações

Os países desenvolvidos representaram 65% da pauta das exportações da Nigéria em 2011. Estados Unidos, Índia e Brasil foram os principais e juntos representaram 49% da pauta e o Brasil participou com 7,8% do total (MRE-DPR, 2012).

Referências:
BBC. Country profile. Disponível em <http://news.bbc.co.uk/2/hi/country_profiles/default.stm>
BRASIL. BrasilGlobalNet. Disponível em <http://www.brasilglobalnet.gov.br>
BRASIL. Embaixadas e consulados. Disponível em <http://www.itamaraty.gov.br/servicos-do-itamaraty/enderecos-de-consulados-estrangeiros-no-brasil>
CENTRAL INTELLIGENCE AGENCY. The word factbook. Disponível em <https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/index.html>

Arquivado em: Economia