Economia da Bulgária

Por Fernando Rebouças
No setor econômico, depois da Segunda Guerra Mundial, a Bulgária seguiu na planificação através do sistema de economia estatizada, comum aos países do bloco soviético comunista.

O país implementou planos quinquenais, cooperativas na produção agrícola e desenvolvimento da indústria pesada. O país passou a galgar bons índices de crescimento e deixou de ser desenvolvido.

O crescimento econômico caiu na década de 60, assim foi em todo o bloco comunista. A economia estatizada resistiria até os fins da década de 80, fase em que ocorreria o colapso do sistema comunista e queda da URSS.

A partir da década de 90, a Bulgária tornou-se numa economia de transição, passou por uma severa recessão em 1996, fator que derrubou o persistente governo socialista, e aprofundou medidas e reformas econômicas que objetivavam uma nova responsabilidade fiscal.

A Bulgária ingressou na União Europeia em 1° de janeiro de 2007, e desde então tem desfrutado de positiva estabilidade econômica desde 1997. A estabilidade foi alcançada através de uma tarifação cambial entre o lev (antiga moeda do país) e o marco alemão, além de acordos com o FMI. Desde que entrou para EU, a Bulgária utiliza o Euro.

Desde 2000, o país atinge taxas de crescimento acima de 5,1 % ao ano. Atrai importantes investimentos estrangeiros e crescente produção interna depois de um período de privatizações. O país é rico em minerais como carvão, cobre e zinco.

Outras informações (em dólares):

Produto Interno Bruto (PIB)

$86.73 bilhões (2007 est.)

Produto Interno Bruto (PIB) - Taxa de Crescimento Real

6,1% (2007 est.)

Produto Interno Bruto (PIB) per capita

$11,800 (2007 est.)

População abaixo do nivel de pobreza

14,1% (2003 est.)

Renda o consumo da unidade familiar por porcentagem

10% mais pobre: 2,9%
10% mais rico: 25,4% (2005)

Taxa de inflação (preços ao consumidor)

7,8% (2007 est.)

Força laboral

3,4 milhões (2007 est.)

Taxa de desemprego

8% (2007 est.)

Orçamento

Rendimentos: $16,62 bilhões
Despesas: $15,18 bilhões (2007 est.)

Taxa de crescimento da produção industrial

5,5% (2007 est.)

Eletricidade - produção

45,7 bilhões kWh (2006)

Eletricidade - consumo

37,4 bilhões kWh (2006)

Eletricidade - exportações

7,8 bilhões kWh (2006)

Eletricidade - importações

0 kWh (2006)

Petróleo - produção

3,661 barris/dia (2005 est.)

Petróleo - consumo

108,000 barris/dia (2005 est.)

Petróleo - importações

138,800 barris/dia (2004 est.)

Petróleo - exportações

51,000 barris/dia (2005 est.)

Petróleo - reservas provadas

15 milhões barris (1 January 2006 est.)

Gás natural - produção

407,000 metros cúbicos (2005 est.)

Gás natural - consumo

5,179 bilhões metros cúbicos (2005 est.)

Gás natural - exportações

0 metros cúbicos (2005 est.)

Gás natural - importações

5,179 bilhões metros cúbicos (2005)

Gás natural - reservas provadas

5,703 bilhões metros cúbicos (1 January 2006 est.)

Exportações

$19,77 bilhões f.o.b. (2007 est.)

Exportações - destino

Turkey 12%, Italy 10,4%, Germany 10%, Greece 8,2%, Belgium 6,8%, France 4,3% (2006)

Importações

$28,79 bilhões f.o.b. (2007 est.)

Importações - procedência

Alemanha 15%, Itália 10,6%, Turquia 7,2%, Grécia 6,3%, China 5%, França 4,9%, Romênia 4,5% (2006)

Dívida externa

$29,29 bilhões (30 June 2007)

Ajuda econômica - receptor

$742 milhões (2005-06 est.)

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Economia_da_Bulgária
http://www.indexmundi.com/pt/bulgaria/economia_perfil.html