Economia de Portugal

Portugal é um país desenvolvido, está integrado na União Européia (UE) e tem um alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,897. Apresentou um grande desenvolvimento econômico e uma profunda transformação desde que passou a integrar a UE. Como país rico que é, a economia de Portugal é bem diversificada, baseada na iniciativa privada de empresas bem estruturadas, desde grande multinacionais à pequenas empresas. A moeda é o Euro.

Em 2007, O PIB português foi de US$ 210.10 bi. O PIB per capita foi de 19.800 dólares, a inflação chegou a 2,5% e a taxa de desemprego atingiu 7,6% da população. Em 2006, as importações portuguesas somaram US$ 46.770 bi e seus principais destinos foram: Espanha 26,5%; Alemanha 12,9%; França 12%; Reino Unido 6,7% e EUA 6,1%. Ainda neste mesmo ano, as importações portuguesas somaram US$ 60.350 bi e seus principais fornecedores foram: Espanha 29%; Alemanha 13,1%; França 8,1%; Itália 5,6% e Holanda 4,4%. Neste período, a dívida externa de Portugal era de 287,80 bilhões de dólares

A agricultura ocupa 13% da população ativa e contribuiu com 2,8 do PIB. Em 2006, os principais cultivos e as cifras de produção anual foram: batatas (577 t); hortaliças (2.209.250 t); frutas (1.867.194 t); milho (535.798 t) e oleaginosas (303.496 t). Em relação ao gado os números foram os seguintes: 3,58 milhões de cabeças de gado ovino; 2,34 milhões de suínos; 1,44 milhões de gado bovino e 43,2 milhões de aves (galinhas, patos, etc.). Portugal é um dos principais produtores mundiais de vinho e azeite de oliva.

Aproximadamente 41,1 % do território português estão cobertos de bosques. O país é um dos maiores produtores mundiais de cortiça. Em 2006, a produção madereira ultrapassou os 10,5 milhões de m³. A pesca comercial também é importante para a economia portuguesa. Em 2005, a captura anual de pescado foi de 218.866 t, das quais 25% foram de sardinhas. A captura de bacalhau e mariscos também é de grande importância para aquele país.

Portugal extrai de suas terras carvão, cobre, ferro enxofre, tungstênio e pequenas quantidades de ouro e prata.

A indústria é muito importante na economia portuguesa e emprega aproximadamente 32% da população ativa. As principais indústrias são a de alimentos processados, têxteis, maquinaria, produtos químicos, produtos de lã, cristal e cerâmica, petróleo refinado e material de construção.

Em 2006, a produção de petróleo em Portugal era de 9.500 barris/dia e o consumo é de 305.800 barris/dia. Em relação à energia elétrica, Portugal produz 49 bilhões de kWh e consome 48,55 de kWh anuais.

Fontes
http://www.indexmundi.com/pt/portugal/

Arquivado em: Economia, Portugal