Musculação

Pós-graduação lato sensu em Jornalismo (Faculdade Cásper Líbero, 2014)
Graduação em Educação Física (Complexo Educacional FMU, 2007)

A musculação é a principal modalidade para ganho de massa muscular. Nota-se sua importância por integrar ao treinamento da maioria dos esportes. Os adeptos são muitos, dentre eles estão fisiculturistas profissionais e amadores, pessoas com objetivo de adquirir boa forma física ou simplesmente em busca de qualidade de vida.

Foto: tankist276 / Shutterstock.com

Foto: tankist276 / Shutterstock.com

Apesar de sua origem arcaica, não se tem ao certo uma data de surgimento. Acredita-se que os antepassados da cidade de Olímpia, na Grécia, já utilizavam pedras como peso e que através de marcações encontradas em rochas, as mulheres também cuidavam do corpo por volta de 400 a.C. Há ainda indícios no ano de 1896 a.C. de competições com arremesso de pedra. Além é claro dos registros nas paredes das antigas esculturas do Egito.

O precursor do treinamento com aumento de carga de forma crescente surgiu da ideia do atleta chamado Milos de Crotona, na Itália, em aproximadamente 500 a.C. Milos começou a correr carregando um bezerro e notou que conforme o animal ficava mais gordo mais força adquiria. Sua alimentação diária consistia em 9kg de carne, mais 9kg de pão, além de ingerir 10 litros de vinho. Uma dieta, segundo alguns historiadores, que continha o intuito de ajudar no treinamento.

Conforme o passar dos anos, esse tipo de exercício ganhava grandes proporções mundiais. O culto ao corpo transformou-se em um vício para muitos, o que levou a competições neste segmento. A primeira que se tem registrada oficialmente aconteceu em Londres, no ano de 1901 e participaram 156 atletas. O torneio chamado na época de “O Físico mais Fabuloso do Mundo”, o que atualmente tem o nome de Mr. Olympia, teve como vencedor Willian Murray e foi organizado por Eugene Sandow, onde o troféu é inclusive até hoje sua estátua em miniatura segurando uma barra de ferro com dois pesos redondos nas extremidades.

Sandow foi um grande nome da musculação, alemão nasceu em 1867 e com 16 anos seu corpo aparentava mais atlético que os dos demais rapazes da sua idade. Chegou a trabalhar no circo, que decretou falência em Bruxelas. Local onde conheceu Attila, professor que realizava exibições de sua musculatura extravagante. Ensinou e treinou Sandow, que logo ganhou gosto pela novidade apresentando-se também em diversas cidades.

Um episódio interessante na cidade de Veneza, enquanto o mais novo fisiculturista nadava em um lago, o artista americano Aubrey Hunt pintou sua imagem em um lenço. Atualmente essa obra é propriedade da coleção de Joe Weider.

Uma jornada de disputas de força iniciou na Inglaterra, em seguida Sandow partiu para os Estados Unidos, em 1893, neste momento sua carreira decolou. Viajou pelo mundo com exibições de levantamento de peso e apresentações exclusivas para mulheres. Tudo seguia muito bem até que não aguentou mais, retornou para a Inglaterra, casou-se com uma garota chamada Blanche Brokes e mudou o rumo de sua vida dedicando-se a ensinar as pessoas como adquirir uma boa forma física e uma alimentação equilibrada, com escolas de musculação pela Inglaterra.

Era um dos defensores da inclusão da Educação Física nas escolas, Sandow faleceu em 1925 deixando sua contribuição para a humanidade. Além de criar exercícios para preparar as grávidas no momento do parto, também incentivou que as empresas propusessem atividades físicas aos seus funcionários, a ginástica laboral de hoje.

A musculação nada mais é do que uma sequência de exercícios com sobrecarga ou não, que alinhado ao número de repetições resultam no ganha de massa muscular. Composto de exercícios aeróbicos e anaeróbicos, os tipos de treinamentos diferenciam-se pelo objetivo do praticante, podendo ser: força, aumento da massa muscular ou emagrecimento, em todos o resultado é uma boa qualidade de vida.

Referências Bibliográficas:

http://robsonpirani.xpg.uol.com.br/HISTMUSCULACAO.htm

Arquivado em: Educação Física