Necessidades Nutricionais no Exercício Físico

Cada tipo de exercício físico utiliza diferentes quantidades de energia, dependendo de sua intensidade, duração e freqüência. Outros fatores que devem ser considerados são a idade, sexo, altura, grau de maturidade e suas características individuais.

A alimentação dependerá do tipo e quantidade de exercício praticado. Quanto mais ativa a pessoa, maior suas necessidades calóricas, podendo variar de 1.200Kcal a 3.000 Kcal diárias. É necessário, contudo, cuidar para que não haja o consumo de calorias em excesso, pois, esse excesso será armazenado em forma de gordura, gerando o excesso de peso e a obesidade.

O organismo precisa receber todos os tipos de nutrientes para se manter adequado. Cada um deles possui sua função específica, como:

- Carboidratos: a principal função deste grupo é o fornecimento de energia para a célula trabalhar. Com isso, é de grande importância o consumo de 50% a 60% do valor calórico diário em forma de carboidratos e assim, ter reservas de energia para execução do exercício físico. As fontes desse grupo encontram-se em açúcares e massas em geral;

- Proteínas: são os principais compostos das células, hormônios e sistema imunológico. O consumo diário deve alcançar 10% a 15% do valor calórico total e podem ser encontrados em carnes, leite, ovos e derivados. Seu consumo é fundamental para a saúde de nosso organismo. É preciso, entretanto, tomar cuidado com o excesso de proteína, pois, podem gerar sobrecarga hepática, problemas no rim, entre outras complicações.

Os aminoácidos que formam a proteína, estão sendo muito utilizados, em academias para o ganho de massa muscular. Mas quando utilizados indevidamente, geram resultados contrários ao esperado. É preciso tomar muito cuidado!

- Lipídios: são considerados o melhor combustível para o organismo durante o exercício físico. Nos primeiros 20 minutos da atividade física são queimados os carboidratos que possuímos em nosso organismo, logo após começam a ser usadas as reservas de gorduras (lipídios) para se obter energia. Deve ser consumido 25% a 30% do valor calórico diário em forma de lipídios.

- Vitaminas e Minerais: esse grupo, em quantidades pequenas, conseguem desempenhar suas funções, mas suas deficiências interferem no desempenho do atleta, assim como seu excesso;

Pode-se concluir que todos os nutrientes, em suas quantidades adequadas, são essenciais para a boa performance do atleta. Deve-se seguir uma alimentação balanceada e procurar ingerir todos os nutrientes nas quantidades corretas.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.