Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

Entidade pública de fomento à pesquisa científica, a FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) atua em conjunto com a Secretaria de Ensino Superior do Estado de São Paulo.

fapespA fundação da FAPESP ocorreu em 1962 em cumprimento à disposição da Constituição do Estado do ano de 1947, visando o incentivo e subsídio à pesquisa em São Paulo com ênfase na produção dentro de universidades. Garantida na constituição e com independência, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo auxilia os pesquisadores com bolsas em diversos segmentos e financia e apoia outras atividades referentes à investigação científica, divulgação e intercâmbio.

Recebendo uma percentagem fixa referente aos impostos que são arrecadados no Estado, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo chegou a conceder, no ano de 2006, 580 milhões de reais para bolsas auxílio a pesquisadores nas seguintes áreas: Artes, Linguística, Letras, Ciências Humanas, Ciências Sociais aplicadas, Ciências Agrárias, Engenharias, Ciências Exatas, Ciências da Saúde e Ciências Biológicas.

A FAPESP investe em projetos referentes à áreas de inovação industrial e genoma humano. Com isso, a entidade conseguiu uma considerável ampliação de sua visibilidade no campo da tecnologia e ciência em escala global. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo foi a primeira entidade pública a financiar pesquisas pelas Unidades da Federação. Com isso, impulsionou a criação de diversos outros órgãos de apoio à pesquisa, formados através da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que se mobilizou em relação às Constituintes estaduais de 1989.

O financiamento de pesquisa é destinado a alunos de graduação por meio de bolsas de iniciação científica. No caso de estudantes da pós-graduação, são concedidas bolsas de pós-doutorado, doutorado e mestrado. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo oferece 3 linhas para o financiamento: Inovação Tecnológica, Programas Especiais e Linhas Regulares.

No caso da Inovação Tecnológica, o financiamento oferecido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo é referente a pesquisas que apresentem potencial para desenvolver tecnologias que tenham aplicação prática e possam ser utilizadas em várias áreas do conhecimento. Já os Programas Especiais são voltados para suprir qualquer defasagem que possa existir no Sistema de Ciência e Tecnologia do Estado. As Linhas Regulares referem-se ao atendimento da “demanda de balcão” dos pesquisadores de institutos de pesquisa e universidade com sede no Estado de São Paulo. Elas são um suporte para projetos de pesquisa pensados com liberdade e planejados por cientistas e pela comunidade tecnológica do Estado.

Fontes:
http://revistapesquisa.fapesp.br/1999/10/01/historia-da-fapesp/
http://www.comciencia.br/resenhas/fapesp.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Funda%C3%A7%C3%A3o_de_Amparo_%C3%A0_Pesquisa_do_Estado_de_S%C3%A3o_Paulo
http://www.bv.fapesp.br/pt/publicacao-fapesp/4/historia-fapesp-marcos-documentais/

Arquivado em: Educação