Homeschooling (ensino doméstico)

O homeschooling, prática não legalizada no Brasil, porém muito comum em outros países é o ensino doméstico de crianças e jovens em idade escolar. Os conteúdos são lecionados na casa do aluno, por algum familiar ou pessoa que resida no mesmo local.

Em países como Estados Unidos, Áustria, Bélgica, Canadá, Austrália, França, Noruega, Portugal, Rússia, Itália e Nova Zelândia o homeschooling é legalizado. Nos EUA., principalmente, a prática é bastante comum.

Avaliação

Pode parecer que o homeschooling exige menos dos estudantes e prejudique o desenvolvimento intelectual dos mesmos, mas isso não acontece. Nos países onde a prática é regulamentada, é exigida uma avaliação anual dos alunos educados em casa, na qual eles precisam provar que estão a par dos conteúdos correspondentes à série de sua idade escolar. O teste avalia a capacidades dos estudantes de responder perguntas, fazer deduções com base em suas observações, de raciocinar logicamente, usar computadores, avaliar riscos, otimizar recursos e produzir um trabalho final.

Motivações

Mas, o que leva a família a optar pelo ensino doméstico? São várias as motivações que vão desde a rotina da família até o fato de alguns pais desejarem proteger ao máximo seus herdeiros. Confira alguns dos principais motivos:

  • receio dos possíveis perigos do ambiente escolar, como drogas, bullying, sexualidade precoce;
  • conservação de valores morais, culturais, ideológicos e religiosos;
  • flexibilidade de conteúdo curricular;
  • experimentação de modelos educativos que se adaptem ao desenvolvimento particular do aluno;
  • flexibilidade geográfica e de horários.

Desvantagens

Optar por uma modalidade de ensino tão diferente também traz desvantagens, e as pessoas que se colocam contra o homeschooling destacam os seguintes problemas resultantes da prática:

  • carência de conhecimento coletivo;
  • confusão entre papel de pai e professor;
  • falta de socialização com pessoas da mesma idade;
  • limitação da aquisição de conhecimentos e da visão de mundo do aluno.

Em geral, o perfil das pessoas que optam pelo ensino doméstico envolve famílias em minorias étnicas ou religiosas, famílias que se mudam com muita frequência ou ainda pais diplomados insatisfeitos com o ensino das escolas. Em sua maioria, as famílias que adotam a prática têm mais de um filho.

Como toda modalidade de ensino, o homeschooling tem vantagens e desvantagens. Mas é importante lembrar que no Brasil ele não é legal, portanto as famílias são obrigadas a manterem matriculadas crianças e adolescentes em idade escolar. O único jeito de estudar em casa por aqui, é revisando o que é estudado na escola.

Arquivado em: Educação