Música na educação infantil

Por Fernando Rebouças
A música quando utilizada na educação infantil serve de ferramenta incentivadora da criatividade nas crianças, e um fator de desinibição numa convivência coletiva. É muito eficaz no período pré-escolar.

Desde a gestação, as crianças antes de nascerem já possuem uma relação com os sons da voz materna, fase em que se forma a memória sonora nas crianças. Essa memória fetal é responsável por preparar o vínculo entre mãe e filho depois do corte do cordão umbilical. Depois do nascimento, as músicas que acalentam e embalam o sono do bebê fortalecem a memória sonora nos pequenos e a relação com a mãe.

Já no período pré-escolar, na creche e nas escolinhas, as canções de ninar ajudam a aproximar as crianças do educador. As brincadeiras com palmas, rodas e cirandas ajudam no desenvolvimento da percepção e atenção da criança desde cedo.

O ambiente escolar para a criança deve estar repleto de repertórios musicais, principalmente com os sons da natureza e a relação de entendimento entre o barulho e o silêncio, elementos diferenciadores no entendimento de uma música verdadeira.

Dentre os estilos de músicas empregados na educação infantil, podemos citar:

  • Músicas para aconchego: São as canções de ninar cantadas pelos pais, ajudam a estreitar a relação familiar e podem ser utilizadas nas creches;
  • Cantigas de roda: As brincadeiras realizadas com músicas de roda auxiliam no desenvolvimento de movimentos, na oralidade e na iniciação musical escolar;
  • Ritmos africanos: Incentiva as crianças a tocar instrumentos e a dançar ao som de ritmos africanos, ajuda na identificação do som com a expressão artística cultural;

É necessário sempre diversificar os repertório pré-escolar, as crianças gostam de ter contato com diferente estilos musicais. As danças e rodopios é um bom exercício físico e ajuda no desenvolvimento da fala.

A música na Educação Infantil deve ser uma importante fonte de estímulos, equilíbrio e momento feliz para a criança. Cada momento musical deve incentivar ações, comportamento motores e gestuais. Entendemos a musicalidade como uma tendência que leva o ser humano para a música, quanto maior a musicalidade e mais cedo a mesma é incentivada no indivíduo, mais rápido será seu desenvolvimento.

Fontes:
http://educadora.vilabol.uol.com.br/GlauciaCampos3.htm
http://profsandrandia.blogspot.com/2010/06/musica-na-educacao-infantil.html
http://revistaescola.abril.com.br/arte/musica/